Resenhas

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

:: Resenha 440 :: "Em pedaços", Lauren Layne



Sinopse: Uma garota com segredos corrosivos. Um ex-soldado com cicatrizes externas e internas. Um amor que pode salvar ambos... ou destruí-los de vez.
Aos vinte e dois anos, Olivia Middleton tem Nova York aos seus pés. Por fora, ela é a garota perfeita — linda, inteligente e caridosa — mas, por dentro, guarda um segredo terrível: um erro que a afastou das duas únicas pessoas que realmente importavam na sua vida. Determinada a esquecer o passado, ela deixa Manhattan e vai trabalhar como cuidadora de um soldado recém-saído da guerra. O que ela não esperava era que seu paciente seria um jovem enigmático de vinte e quatro anos tão amargurado quanto atraente.
Paul Langdon está furioso — com o mundo, com a vida, com o seu pai e, principalmente, consigo mesmo. Depois de sofrer na pele os horrores da Guerra do Afeganistão, a última coisa que ele quer é a companhia de uma princesinha nova-iorquina linda, mimada e irritante. A presença de Olivia parece tóxica para Paul: ela o incomoda, mas ele não consegue afastá-la, por mais que tente. 
Nessa recontagem moderna de A Bela e a Fera, Lauren Layne nos traz uma história irresistível de perdão, cura e, acima de tudo, amor.



Olá, pessoal. Outro dia chegou aqui em casa alguns livros do Time de Leitores do Grupo Companhia das Letras, e no meio deles estava Em pedaços, o primeiro livro da série ou trilogia (eu ainda não sei o que é) Recomeços, da Lauren Layne. Há pouco tempo eu tive o meu primeiro contato com a escrita da autora em Mais que amigos e achei bem legal, pois ela tem um jeito leve e fácil de conduzir a história.

Confesso que assim que peguei pra ler, o primeiro capítulo me assustou. Pensei que seria um livro fraquinho porque eu estava sendo apresentada a uma jovem e linda nova iorquina filhinha de papai do Upper East Side, mas graças a Deus tudo já mudou no segundo capítulo, que deu aquela despertada no meu interesse e curiosidade.

Isso tudo porque os capítulos vão se alternando entre Olivia e Paul. Então vamos conhecê-los. Olivia, como disse, é uma jovem nova iorquina que tem tudo, beleza, amigos, pais cheios da grana e uma vida social de quem sempre viveu em NY frequentando os lugares mais badalados, mas, no momento, ela se encontra completamente perdida, louca para fugir de tudo isso. Já Paul é um jovem que viu e sofreu na pele as barbaridades da guerra no Afeganistão e hoje vive recluso e sozinho com seus fantasmas e uma imensa raiva de tudo e de todos.

O pai de Paul já contratou várias cuidadoras para o filho, na luta em refazê-lo e trazê-lo para a normalidade, mas Paul sempre colocou todas elas pra correr com seu temperamento difícil e até agressivo. Só que agora Paul recebeu um ultimato do pai. Ou aceita passar três meses com a nova cuidadora, ou vai ter que se virar sozinho, por conta própria, sem o dinheiro do pai. Claro que ele aceita, mas é claro também que ele jamais poderia imaginar que a nova cuidadora dele fosse uma bela e jovem nova iorquina que iria mexer tanto com ele e em vários aspectos.

A convivência não é fácil e o legal é que Olivia é uma garota bem esperta, que não dá mole para o ranzinza e agressivo Paul. E se ele não esperava ficar tão assustado pelo interesse que aquela loira bonita, atraente e provocante desperta nele, Olivia também se pega surpresa por se sentir tão atraída pelo belo ogro marcado de cicatrizes externas e internas.

As semanas passam e aos poucos, entre um joguinho e outro onde eles se desafiam e se descobrem, eles vão aprendendo a conviver juntos, mas é aquela coisa, do mesmo jeito que eles progridem, alguma coisa complica e dá errado e eles dão passos para trás.

“Mesmo estando presa aqui no Maine por apenas algumas semanas, parece que faz uma eternidade. De alguma maneira, parece certo estar sentada nessa banqueta de couro gasto, em um bar com painéis de madeira que parecem mais velhos que eu, sentada ao lado de um cara que é metade mistério e beleza, metade fera imprevisível.”

Dois jovens mimados, dois desastres em pedaços que juntos precisam lutar pelos seus sentimentos e encarar seus medos e seus fantasmas. O que será que Olivia esconde que a fez fugir da vida boa que tinha? E o que será que marcou tanto a cabeça de Paul? Será que ele conseguirá seguir em frente?

"Amo a pessoa que Paul é. A escuridão e as sombras. Seu sorriso e a bondade que faz tanto esforço para esconder. O jovem quarterback por baixo do veterano de guerra. Amo mais o lado direito de seu rosto, coberto pelas cicatrizes, que a perfeição do esquerdo."

Como uma grande fã do clássico A Bela e a Fera, é claro que eu ia devorar essa nova e moderna recontagem que traz uma belíssima história de cura, recomeço, perdão e do poder do amor. Mais uma vez Lauren Layne me fez devorar a história com sua escrita fluida. Super recomendo!

Título: Em Pedaços
Série: Recomeços # 1
Autora: Lauren Layne
ISBN-13: 9788584391172
ISBN-10: 8584391177
Ano: 2018
Páginas: 248
Editora: Paralela
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:



Sobre a autora: 


Autora best-seller na lista do The New York Times, Lauren Layne adora escrever comédias românticas. Ela mora em Nova York com o marido.

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Oi Bia, tô bem interessada nos dois livros dessa autora que chegaram por aqui e acho que essa vai ser minha primeira experiência com a escrita dela. A sinopse desse livro me chamou mais a atenção que a do outro e por isso vou lê-lo primeiro. Também amo recontagens de A bela e a fera e espero não me irritar muito com as "ogrisses" e os passos pra trás desse relacionamento haha, mas quero muito ler... Amei a resenha, que venha o livro :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Lili, tenho certeza de que vc vai gostar! É super gostoso de ler, eu amei!

      Excluir
  2. Ah, bom saber que gostou!
    Estou com esse livro aqui para ler, mas minhas expectativas zeraram quando me falaram que a autora deu uma certa romantizada no relacionamento abusivo.
    Quero conferir para tirar minhas próprias conclusões, mas espero gostar.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ludy, te falar que eu acho que o pessoal anda perdendo a mão e agora tudo é relacionamento abusivo. Não tem nada disso nessa história. Leia que você vai entender. Depois me manda uma mensagem dizendo o que achou, ta?

      Excluir