Resenhas

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

:: Resenha 444 :: "O Melhor de Você. Uma História de Amor", Mia Sheridan


Sinopse: Uma mulher destroçada…

Crystal aprendeu há muitos anos que o amor só traz sofrimento. Não sentir nada é muito melhor do que ser magoada de novo. Ela protege o coração ferido por trás de uma fachada impassível e traz dentro de si uma profunda desconfiança com relação aos homens, que, segundo sua experiência, só exploram e depois menosprezam as mulheres.

Um homem necessitando de ajuda…
A despeito de seu passado terrível e sombrio, existe uma inegável bondade em Gabriel Dalton. E, apesar de saber o preço dessa equação, Crystal se sente atraída por ele. O magnetismo dessa relação está derrubando suas defesas e a esperança a faz questionar tudo ao seu redor.

Somente o amor pode reparar um coração partido...
Crystal e Gabriel nunca imaginaram que o mundo, que roubara tudo deles, traria-lhes um amor tão arrebatador. No entanto, o destino só os conduzirá até certo ponto, e depois a escolha será deles: endurecer seus corações uma vez mais ou criar coragem para arriscar tudo pelo amor?

  Olá pessoal, tudo bem com vocês??
  Sem dúvidas, a Mia é uma de minhas autoras preferidas. Ela com sua escrita impecável, consegue destroçar nossos corações. Conheci os livros dela quando foi lançado aqui no Brasil a Série Signos do Amor, que de looonge é uma das minhas favoritas (e que fiquei extremamente arrasada quando a editora cancelou, sacanagem :( ). Então, assim que vi esse lançamento corri para poder adquirir o meu, e o que eu li nesse livro me fez ser mais fã ainda dessa autora.

"Disse para o meu coração que parasse de bater.
Mandei-o parar de doer.
Declarei a ele que não permitiria que ele doesse mais.
Nunca mais."


  Em O Melhor de Você, conheceremos Crystal, uma mulher jovem e que já viveu muito sofrimento na vida. Quando nova perdeu as duas pessoas que mais amava em sua vida e assim que foi largada com o seu pai, que era até então, um desconhecido pra ela. Na adolescência ela foi muito negligenciada, e vivia pedindo amor e carinho aos outros, e nisso acarretou a mulher que ela se tornou hoje, uma pessoa sem emoções, e que não acredita nem no amor e nem nos homens. Ela trabalha como stripper em uma boate bem baixa renda, e pra ela a vida que leva está boa assim.

"Seu olhar encontrou o meu e vi aquela gentileza de novo - a esperança - e algo a respeito dessa expressão me acertou em cheio e fez com que eu me sentisse bem e... necessária. Por um instante fugaz, isso me fez sentir como se ele enxergasse mais em mim do que apenas um pedaço de carne que os outros homens que vinham ao clube viam."

  Crystal vive uma vida bem simples e sofrida, está sempre lutando para pagar as contas e é uma mulher que não se valoriza, o que der pra ela está bom. Nunca fez nada por si, e seu único interesse é ter um pouco de dinheiro para o dia seguinte. Ela é extremamente solitária, tem apenas uma amiga que é stripper também, e assim leva dia após dia em sua minúscula cidade.

  Ela achava que sua vida estava tranquila desse jeito, até conhecer Gabriel Dalton, um homem que surgiu de repente na boate e que super deslocado chegou até ela com uma proposta incomum. Ele a pagaria  apenas para ajudá-lo a se aproximar das mulheres. De início ela não aceitou, mas quando seu carro quebrou e a situação apertou ela acabou aceitando o serviço.

"Não, era demais. Aquilo. E ele. E era inútil porque eu não poderia ajudá-lo. Ele precisava de alguém acolhedor e atencioso, alguém que o estimulasse e juntasse as partes quebradas, alguém que o olhasse nos olhos e fosse seu espírito tranquilizador. Eu não era essa garota. Sequer conseguia juntar as minhas partes quebradas, visto que havia perdido a maioria delas muito tempo atrás."

  Gabriel é um homem surpreendente. Quando era uma criança  ele passou por um trauma sem dimensões, é tanto que a autora não fala muito a fundo sobre o assunto, mas o pouco que fala nos traduz o tanto de mal que ele passou. Mas isso só fez ele se tornar o grande homem que é, ao invés de ser amargurado, triste e com o coração cheio de ódio e rancor, ele sempre vê tudo pelo lado bom e positivo das coisas. Além de ser um fofo e ele é uma pessoa que exala gentileza. além, de ser um super artista, ele faz esculturas incríveis em pedras de mármore, e assim passa toda sua alma para as peças.

  Ele foi atrás de Crystal apenas com um propósito, que devido ao que ocorreu com ele, não suporta ser tocado por outras pessoas. Mas, ao conhecer aquela linda mulher de olhar vazio ele vê algo mais nela que o intriga, e ele se interessa nela de uma forma que ele nunca pensou, independente dela ser uma stripper ou tratá-lo muito mal.

  Quando Crystal começa a conhecer Gabriel, ela fica com um cisma gigante, porque como pode um homem lindo daquele ser gentil com ela, já que ela é super desconfiada e desacreditada em relação a homens. Então ela faz de tudo pra ele se afastar dela, mexe com ele em seu ponto franco, mas apesar dela pisar nele, ele não desiste dela.

"Gratidão não é um Band-aid. Você ainda tem que viver seus sentimentos para processá-los. A gratidão foi feita para tornar as coisas suportáveis. Às vezes, ela faz você chegar ao fim do dia e, às vezes, apenas ao momento seguinte. É só isso."

  Até que um dia acontece um acidente com Crystal, e ela fica extremamente ferida, e como ela é uma pessoa super sozinha e mora em um apartamento minúsculo no 3º andar, Gabriel pede a Crystal que ele fique com ela em sua casa. E a partir desses dias em que os dois estarão juntos, veremos um amor lindo, sincero e verdadeiro surgir.

  Ninguém dava nada por esse casal surpreendente, porque como pode um artista se apaixonar por uma stripper, mas a lição dessa história de amor, vai contagiar a todos.

" - Sempre fingi ser feita de pedra, mas na verdade, eu me sinto como se fosse de areia, capaz de desmoronar a qualquer segundo. (...)- Mas é disse que as pedras são feitas. Areia e pressão - ele apertou de leve o braço que me envolvia -, e tempo. É só isso, meu doce amor. Apenas areia, pressão e tempo."

  Esse é um daqueles livros para ficar na nossa mente por um tempo sabe? Você vai digerindo ele aos poucos até perceber o quão grande esta obra é. Ela não fala apenas de amor sobre um homem e uma mulher, mas sim do amor próprio que é o maior e o mais importante dos amores e do amor ao próximo, que apesar de ser um amor comum, você tem que ter muita confiança em si mesmo para alcança-lo .

  Veremos muitos altos e baixos, mas os altos, ahhh nos faz ficar nas nuvens.

  É um romance que super indico. Uma história de superação, dor e de esperança. Um livro com uma capa linda, diagramação linda, um enredo super sensível. Ele pode parecer um pouco grande, mas você irá se envolver tanto com o romance desse casal, que nem irá ver o tempo passar. E se preparem porque o choro é inevitável, rsrsrs. Ele não é um livro hot, mas não é indicado para menores de idade.

  E não esqueça, quantas vezes vemos pessoas que passaram por momentos trágicos, mas que nos demostram tanta positividade que você fica pensando "como pode? Ela comeu o pão que o diabo amassou, mas está aqui rindo?", deixe a amargura e mal-amor de lado e viva uma vida plena e feliz. Viva o hoje. E deixe o passado para trás. Acho que essa é a maior lição que a Autora vai me deixar com essa história, e espero que passe o mesmo para você.

"Gabriel, um menino que não se permitiria esquecer como era o amor, e eu, uma garota que se certificou de não se lembrar."

Beijinhos *


Nome: O Melhor de Você. Uma história de amor.
Autora: Mia Sheridan
Editora: Universo dos Livros
ISBN-13: 978855030208
ISBN-10: 8550303208
Ano: 2018
Páginas: 384
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:    




Sobre a autora: 

Mia Sheridan é autora da lista de mais vendidos do The New York Times, do USA Today e do Wall Street Journal. Sua paixão é tecer histórias de amor a respeito de pessoas destinadas a ficarem juntas. Mia mora em Cincinnati, no Estado de Ohio, com seu marido.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Aaaaah, que resenha linda!!
    Quero muito conhecer a escrita da Mia, até pensei em ler a série dos signos, mas seria chato começar uma série inacabada. Tomara que a Universo publique todos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Mari, esse livro é mesmo daqueles que nos fazem pensar na história por muito tempo depois de lê-la. Eu li e gostei demais, a trama é bem sofrida, Mia não economiza nesse aspecto mas é também inspiradora. Gabriel passou por tanta coisa mas ainda assim inspira esperança e é um personagem iluminado, acho que o apoio que ele teve ao voltar ajudou nesse ponto. Já Crystal passou por tanta coisa também, mas sempre esteve só, a narração dela me dava um desespero sem igual. O fato da autora ter conseguido me despertar sentimentos tão opostos nesse livro através dos personagens principais me conquistou bastante.
    A resenha tá ótima e o livro é desses que valem muito a pena ler ;)

    ResponderExcluir