Resenhas

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

:: Resenha 449 :: "Que falta você me faz", Harlan Coben

Sinopse: Resgatar um amor do passado nem sempre é a melhor das ideias. Dezoito anos se passaram desde que a detetive Kat Donovan sofreu as maiores perdas de sua vida: a morte do pai e o fim do relacionamento com o noivo. Foram dois acontecimentos muito bruscos que ela ainda não conseguiu superar totalmente, mas, no dia a dia, prefere não pensar muito nisso. Contudo, de uma só vez, essas duas feridas voltam a se abrir. Ao saber que o assassino de seu pai será executado, Kat resolve ter uma conversa com ele para esclarecer o caso. Mas o homem nega a autoria, dizendo que foi obrigado a confessar o crime, e ela acaba ficando com mais dúvidas. Ao mesmo tempo, a detetive é procurada por um garoto que acredita que a mãe está desaparecida. Sem entender por que o adolescente insiste que ela, e não um outro policial, investigue o caso, Kat descobre que o sumiço está relacionado a seu ex-noivo e a um site de relacionamentos. Lidando com dois casos simultâneos, ela decide seguir em frente com as investigações, mesmo que todos ao seu redor tentem dissuadi-la disso. Determinada, Kat trabalha segundo suas emoções, e a intuição lhe diz que ela não deve desistir. Neste livro, mais uma vez Harlan Coben trata de perigos e riscos que podem estar mais próximos da nossa realidade do que se imagina. O resultado é um romance instigante que traça um cenário verossímil e impactante, fazendo um alerta para ameaças atuais que rondam nosso mundo virtual.

Clarice Starling sorrindo em seu primeiro "Blind Date".   SQN   ( Ô_ô )

Será que o Ex noivo de Kat Donovan ainda faz seu tipo?

Talvez no "VocêFazMeuTipo.com".











Fala aê, bando de Viciados em Leitura  ^__^

Esse foi o segundo livro do Harlan Coben que peguei para ler.
Já havíamos assistido, Bia e eu, ao seriado SAFE, que também é dele.
Se você curte Thrillers e/ou Policiais, pega rápido a fórmula do careca.
O rei dos plot twists conduz a trama sempre com duas ou mais pontas soltas.
No final essas pontas se juntam, certo? Não, no final você surta.
Ler um livro desse cara é imaginar o que vai acontecer, ter certeza que aquilo vai acontecer,
começar a duvidar que vai realmente acontecer, ter certeza que não vai mais acontecer e ver acontecer @#$%!

Assim que comecei a ler Que falta você me faz, fui transportado para os anos 90.
Pois imaginei nossa protagonista, Kat Donovan, como Clarice Starling (O Silêncio dos Inocentes).
Por isso esse gif da minha diva, Sra. Foster logo no início. Eu vejo a Kat dessa forma.

A trama se inicia com Stacy, a amiga arrasa quarteirão, que faz Kat se sentir praticamente invisível quando está com ela devido a forma como os homens ficam idiotas perto de Stacy, criando um perfil para Kat em uma página de relacionamentos chamada VoceFazMeuTipo.com. Nessa página, as pessoas se conhecem sem revelar seus verdadeiros nomes e podem bater papo tentando encontrar sua cara metade, ou apenas uma saída.



Kkkkkkk SENSACIONAL, VoceFazMeuTipo.com já da um clima de humor, que torna o Thriller mais leve e com uma pegada de solteirona policial procura um amor para a vida inteira.

Só que Kat já tinha esse amor pra vida inteira, o ex noivo, Jeff, que é um dos perfis que ela encontra neste site. Aí começam as lembranças, e as perguntas que nunca foram respondidas voltam a tona.


Depois de 18 anos sem notícias, Kat descobre que Jef é viúvo e tem uma filha.
Esperançosa em reatar com o amor de sua vida, ela manda uma mensagem para ele.
Jeff responde, mas parece nem se lembrar direito dela ou do passado que tiveram juntos.
Kat insiste e recebe um corte seco de um cara que ela, infelizmente, já não reconhece mais.

Tipo, a criatura toma uma tacinha de vinho e fica como... 
"Nossa, quanto tempo, lembra da gente junto e coisa e tal..."

E o cara vê aquele fantasma querendo assombrar novamente...
"Uhum, lembro perfeitamente, mas, sabe como é que é, né... 
Figurinha repetida não completa álbum, filhona. 
Segue a vida, paz e saúde pra ti, e faz de conta que nem me viu aqui no site".


Depois desse passa fora, Kat pega ranço de Jeff e não quer mais saber dele, nem quando Stacy, que é detetive particular, descobre algumas coisas sobre o ex. Até que, um caso que ela está investigando, do sumiço de uma mulher, acaba batendo de frente com o site em questão e com ninguém mais, ninguém menos que, Jeff, o ex. 

Investigando novamente o assassinato do pai, resolvido a cerca de 18 anos atrás, junto ao caso do sumiço da tal mulher também usuária do site, nossa protagonista começa a desenterrar coisas que era melhor terem ficado enterradas, pois M, quanto mais mexe, mais fede.

Que falta você me faz é um livro muito bom, confesso a vocês que quando cheguei na metade dele, não consegui mais parar, li até 3hs da manhã e finalmente pude ir dormir, sabendo o desfecho da trama.

Recomendo a leitura e recomendo muito esse livro como presente, é uma obra que qualquer pessoa que comece a ler, já pega logo gosto e a curiosidade é atiçada de uma forma surpreendente.



Nome: Que falta você me faz
Autor: Harlan Coben
ISBN-13: 9788580414035
ISBN-10: 8580414032
Ano: 2015
Páginas: 363
Compre aqui: Amazon
Classificação: 

Sobre o autor:

Harlan Coben foi o primeiro autor a vencer os três prêmios mais prestigiados da literatura policial nos EUA, o Edgar Award, o Shamus Award e o Anthony Award, encontrando-se actualmente traduzido em cerca de 37 línguas e contando com mais de 20 milhões de exemplares vendidos. A crítica, desde o New York Times, ao Wall Street Journal ou ao Le Monde, tem-lhe dispensado as mais elogiosas referências.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Tenho que ler Harlan Coben e como tenho que começar por algum lugar esse livro parece ser uma ótima opção. Lendo o inicio da resenha eu pensaria em uma comédia romântica, site de relacionamento, ex-viúvo... mas a história é policial né e a investigação envolvendo o ex parece trazer surpresas. Curti demais a resenha Bruno, só com a introdução já fiquei curiosa e lembrei que tenho que assistir essa série que está na Netflix: Safe :D ;)

    ResponderExcluir
  2. Já li dois livros dele Desaparecida para Sempre e Não conte a ninguém.
    As histórias são muito boas, só não gostei da diagramação do livro e da qualidade do material em si, mas a história é muito boa.

    Com essa cara mais romântica ainda não li, mas gostei da resenha parece ser muito interessante, vou procurar.

    http://www.aceitacafe.com/

    ResponderExcluir