Resenhas

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

:: Resenha 453 :: "Princesa de Papel", Erin Watt


Sinopse: O primeiro livro da série The Royals, a nova sensação new adult dos EUA. Ella Harper é uma sobrevivente. Nunca conheceu o pai e passou a vida mudando de cidade em cidade com a mãe, uma mulher instável e problemática, acreditando que em algum momento as duas conseguiriam sair do sufoco. Mas agora a mãe morreu, e Ella está sozinha. É quando aparece Callum Royal, amigo do pai, que promete tirá-la da pobreza. A oferta parece tentadora: uma boa mesada, uma promessa de herança, uma nova vida na mansão dos Royal, onde passará a conviver com os cinco filhos de Callum. Ao chegar ao novo lar, Ella descobre que cada garoto Royal é mais atraente que o outro – e que todos a odeiam com todas as forças. Especialmente Reed, o mais sedutor, e também aquele capaz de baixar na escola o “decreto Royal” – basta uma palavra dele e a vida social da garota estará estilhaçada pelos próximos anos. Reed não a quer ali. Ele diz que ela não pertence ao mundo dos Royal. E ele pode estar certo.

É impossível que Princesa de Papel e toda a série The Royals, criada pelo duo de autoras Jen Frederick e Elle Kennedy, passe despercebido em uma conversa. As capas são uma graça, o nome desperta a curiosidade, e a sinopse já te dá aquele frio na barriga, já desperta a lombriga da compra de livros. E aí você lembra que ele tem o selo de qualidade Elle Kennedy. Se você não é novo aqui no Viciados, sabe que eu ADOREI todos os livros que li dela, então, obviamente, não poderia não ter esse livro e não ler. Só esperei ter todos os três livros para começar a festa, e já vou avisando que o difícil e parar de ler e também parar de escutar a Lorde cantando Royals na sua cabeça!

Ella Harper está acostuma com a vida sendo dura. Sua mãe ficou grávida dela quando era muito nova, e as duas passaram boa parte da vida delas se mudando em busca de uma vida melhor, até que a mãe dela ficou muito doente e a Ella coube a responsabilidade de fazer dinheiro. Para isso ela trabalhava em lanchonetes durante o dia e usando a identidade da mãe, assumiu o lugar dela sendo stripper. Agora, dois anos depois da morte da sua mãe, se tem uma coisa que a Ella sabe da vida, é que ela é dura e injusta, mas a garota segue vivendo e tentando buscar um futuro diferente do seu presente. Falsificando a assinatura da mãe para continuar morando sozinha, em outra cidade, estudando de dia e tirando a roupa em clubes à noite, Ella está prestes a ver sua vida virar de ponta cabeça.

"Esta casa é uma ilusão. É polida e bonita, mas o sonho que Callum está tentando me vender é frágil como papel. Nada fica brilhante para sempre neste mundo."

Entra em cena (e na vida de nossa protagonista) Callun Royal, melhor amigo do seu pai biológico, Steven. Callun revela para a menina que seu pai morreu e deixou muita coisa para ela em testamento, mas como a menina é bem ressabiada, tenta fugir até que percebe que Callun não vai deixar que ela corra para muito longe. E depois de uma proposta tentadora que pode mudar sua vida, Ella acaba aceitando ir morar com Callun, que se torna seu tutor legal. O que seria um baita conto de fadas acontecendo, com direito a palácio (pegou a referência para o terceiro livro?), se torna um pesadelo quando Ella encontra quatro dos cinco filhos de Callun. Também órfãos de mãe, os meninos Royals são mimados, chatos, intolerantes e agressivos, e a última coisa que querem é a presença da Ella em sua casa. Ainda mais quando acreditam que o pai é amante da garota (Sério? Sério!). Capitaneados por Reed Royal, o segundo mais velho, eles passam a atormentar a vida da Ella em casa e na escola.

"O mundo é bem grande, Jordan. Você jogar lixo no meu armário ou me xingar não vai importar daqui a dois anos. Na verdade, quase não importa hoje."

Reed, Easton e os gêmeos Sawyer e Sebastian Royal são lindos, ricos e o objeto de desejo e inveja na escola. Aliás, a escola é outro ponto que temos que destacar. Lembram de Gossip Girl? O clima aqui é o mesmo, com muito elitismo, dinheiro rolando, professores e direção omissos, resultando em muito bullying, em níveis pesados que beiram ao assédio moral e sexual. E advinha só quem manda e desmanda na escola? Reed Royal! Mas se eles esperavam uma menina assustada, encontram uma garota que, apesar de nova, já viu muita coisa ruim da vida e passa a responder a eles à altura… Até que a relação entre ela e o Reed passa de ódio, para atração física e o resto vocês podem imaginar ou apenas ler. E vou repetir para ninguém falar que não avisei, quando for comprar Princesa de Papel, já coloca no carrinho de compras Príncipe Partido e Palácio de Mentiras. Vai na minha!

"Não me importo com o fato de você estar fingindo que eu sou Reed. Eu também estou fingindo que você é outra pessoa."

Apesar de adorar a escrita da Elle, entrei na leitura de cabeça e espírito aberto, afinal de contas, ela assina o livro junto da Jen, que não conheço, mas posso afirmar que Princesa de Papel caminha em um lugar bem longe dos livros que li da Elle. Tanto a Série Amores Roubados, quanto o romance Ele, são muito leves, com humor pontuando. Aqui a coisa é densa, as autoras criam uma tensão até a coisa toda explodir no final, e como fã, é sempre bom ver um outro lado do seu autor favorito. Apesar da tensão que o livro constrói em fogo lento, é impossível largar a leitura, é possível ler esse livro em menos de dois dias, porque ele é rápido, muita coisa acontece com os personagens, te prendendo desde o começo do livro!

"Você devia se afastar daqui. Esses Royal vão arruinar você."

Princesa de Papel é imperdível, não deixe para depois e vem preparada para ser destruída por esses Royals, para perder a cabeça com as infantilidades deles e para torcer muito para a Ella. Às vezes até mesmo para o Reed. E te desafio a não se encantar pelo Easton! Denso, angustiante e ao mesmo tempo rápido e ágil nos acontecimentos, Princesa de Papel é o livro ideal para um fim de semana de tédio, porque se tem uma coisa que ele vai fazer, é te tirar da zona de conforto. Uma última dica? Não julgue personagens de 17, 18 anos com a cabeça de um adulto de 30! Lembre-se que, por mais bizarro que seja a relação descrita, o livro ainda é uma obra de ficção e os personagens estão na idade de fazer merda. Fica o recado e fica também a Lorde cantando porque eu não sou obrigada a escutar essa música sozinha!



Nome: Princesa de Papel
Série: The Royals #1
Autora: Erin Watt
ISBN-13: 9788542208870
ISBN-10: 8542208870
Ano: 2017
Páginas: 368
Editora: Essência
Compre aqui: Amazon
Classificação: 

Jen Frederick / Elle Kennedy


Sobre a autora:

Erin Watt é cria de duas autoras campeãs de venda, reunidas pelo amor por grandes livros e pelo vício em escrever. Elas compartilham uma imaginação criativa. Seu maior amor? (Depois das famílias e dos bichos de estimação, claro.) Criar ideias divertidas e, às vezes, malucas. O maior medo? Romper. Você pode fazer contato com elas pela conta de e-mail compartilhada: authorerinwatt@gmail.com.

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Que bom ter lido uma resenha positiva sobre esse livro; vi um outro ângulo da história e achei interessante.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ludyanne, assim como você, eu já vi umas resenhas negativas dessa série, e foi por elas que deixei aquele recado no final. Posso te falar que gostei tanto do livro que vi o que eles apontam, mas também vi a história, os personagens, as idades deles, a história pessoal de cada um e no fim, tudo isso deixa a história ainda melhor!
      Experimente! Ele está em promoção essa semana na Amazon (dá uma olhada lá na resenha que deixei o link) e vale o investimento ;)

      Bjs

      Excluir
  2. Tem o nome Elle Kennedy, já quero ler. Depois de amores Improváveis, que diga-se de passagem, é a melhor série de New Adults da vida, acho praticamente impossível não gostar de algo que essa mulher escreve

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui bem nessa mesma vibe Ingrid e no final acabei me surpreendendo com a escrita delas. Super recomendo!!
      Bjs

      Excluir
  3. Amei a resenha Tali. Já coloquei na minha lista.

    ResponderExcluir