segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

:: Resenha 461 :: “À sua espera”, Abbi Glines



Sinopse: Mase sempre preferiu a vida simples em seu rancho no Texas à agitação do mundo do pai em Rosemary Beach. Na verdade, ele quase nunca visita o famoso astro do rock e Nan, sua meia-irmã mimada e egoísta. Mas tudo muda quando conhece uma das empregadas da casa, uma garota linda que, sem saber da presença dele, o desperta com seu canto desafinado.
Depois de anos sendo maltratada pela família e pelos colegas por causa de um distúrbio de aprendizagem, Reese conquistou sua liberdade e mora sozinha trabalhando como diarista para as famílias ricas da cidade. No entanto, seu sustento fica ameaçado quando ela causa um acidente na casa de Nan Dillon.
Ao ser salva por Mase, um rapaz atencioso e com charme de caubói, Reese fica surpresa pelo gesto dele e, depois, apavorada quando ele demonstra interesse nela. Nunca na vida Reese conheceu um homem em quem pudesse confiar. Será que Mase pode ser diferente?
Nessa ardente paixão que nasce entre a doce e batalhadora Reese e o centrado e sexy Mase, Abbi Glines mais uma vez mescla tristezas da vida real com amores de contos de fada e nos faz suspirar até a última página.



Oi, gente! Assim como fiz em janeiro passado, esse ano eu peguei mais alguns livros, algumas sequências que eu preciso ler para dar continuidade a vááárias séries que tenho por aqui. Então, eu fui toda serelepe e pimpona e peguei Ao seu encontro para ler. Peguei, comecei, fui lendo, lendo, lendo e pensando “Bom… faz tempo que li o livro anterior, normal não lembrar de certas coisas. Conforme eu for lendo, com certeza eu vou lembrando das coisas.”............. Errrrr, bem, isso não aconteceu e eu me vi igual ao John Travolta em Pulp Fiction


Gente! A pessoa pegou Ao seu encontro em vez de pegar À sua espera!!! Li metade do livro! ME-TA-DE DO LI-VRO! Hahahahaha podem rir, eu mereço! Daí que parei, peguei o livro certo e praticamente engoli em dois dias e pude voltar correndo para o segundo livro do meu mais novo amor literário, Mase. Assim, já o amei de cara, assim que o conheci livros atrás, mas, ao ler esses dois livros dele, não tem como, gente, o cowboy texano passou a frente de geral e agora ele é o meu número um de toda série Rosemary Beach.

"Havia muito mais em Reese do que eu presumira de início. Muito mais do que eu poderia ter esperado. E ela estava mexendo comigo, me conquistando aos poucos, e nem sequer percebia isso."

Se você acompanha a série, você já sabe que Mase vive e trabalha numa fazendo no Texas junto de sua mãe e seu padrasto. Filho mais velho do roqueiro Kiro Manning, Mase nunca viveu como o filho de um astro do rock. Na verdade ele considera muito mais o seu padrasto como seu pai, do que Kiro.

Em sua vida pacata, sempre trabalhando pesado na fazenda, ele nunca teve tempo de se preocupar com relacionamentos sérios, e por sorte, tem uma amiga com benefícios e isso bastava para ele. Até que um belo dia ele viaja para Rosemary Beach... Ao visitar Harlow e a sobrinha Lila Kate, Mase fica na casa de Nan, que graças a Deus está viajando (obrigada, Senhor!!!), e é lá que uma pessoa muito especial surge na vida do nosso cowboy.

Reese é aquela personagem que dá vontade de pegar no colo e abraçar apertado. A mulher teve uma infância de bosta, sofreu todo tipo de abuso dentro da própria casa, sendo maltratada e expulsa pela própria mãe. Agora, morando sozinha em Rosemary Beach, ela trabalha duro como diarista para poder pagar suas contas. E é num dia fazendo a limpeza na casa de Nan, que a vida dela cruza com a de Mase Manning.

A fórmula que a Abbi usou em Rosemary Beach pode até ser a mesma, a mocinha humilde e os carinhas cheios da grana, mas essa série é tão incrível, tão gostosa e envolvente, que não tem como não gostar. E eu adoro ver como todas essas mocinhas são fortes, guerreiras e decididas, todas elas!

Reese se machuca ao limpar uma janela, se desequilibrando e caindo sobre um espelho imenso que tem na casa. E quem a socorre é o doce e atencioso cowboy do Texas. Como Reese não se sente nada a vontade na presença de homens, tudo é bem complicado para ela, mas Mase com toda sua educação e generosidade, faz de tudo para ajuda-la. É ele quem a leva para tomar pontos na mão, ele que a leva para casa e se assegura de que ela vai ficar bem.

Claro que os dois imaginavam que depois desse primeiro encontro pra lá de conturbado, eles nunca mais se veriam, mas sabe como o destino é, né. Eles vão se reencontrar, Mase volta a cuidar dela sem entender essa necessidade que sente de fazer as coisas por ela e isso tudo é tão encantadoooooor. Mase é perfeito!

Abbi Glines arrasou na história desses dois. Esse livro tem um drama e uma carga emocional daquelas. Junte a vida sofrida de Reese, com esse príncipe encantado que é Mase, pronto, combinação perfeita.

"Seu olhar varreu meu corpo de cima a baixo, lentamente, e depois tornou a subir. Havia no rosto dele uma veneração que me fez sentir querida. Importante. Protegida. Três coisas que eu jamais havia sentido."

As coisas não vão ser fáceis por N motivos. O fato da vida de Mase ser no Texas e a de Reese ser em Rosemary Beach. O fato dela ter seus segredos e fantasmas do passado que dificultam a aproximação dos dois, mesmo com toda atração que um sente pelo outro. E é muito gostoso acompanhar a paciência de Mase querendo conquistar a confiança de uma Reese cheia de traumas e feridas.

À sua espera é o início de uma história belíssima que é a de Mase e Reese. Se você ainda não leu toda a série, comece! Se você está como eu estava, que leu o começo e ainda não chegou até aqui, por favor, faça esse bem à você e leia logo, porque Mase é o melhor!



Título: À Sua Espera
Série: Rosemary Beach # 10
Autora: Abbi Glines
ISBN-13: 9788580416169
ISBN-10: 8580416167
Ano: 2016
Páginas: 240
Editora: Arqueiro
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:





Sobre a autora:


Abbi Glines nasceu em Birmingham, Alabama. Morou na pequena cidade de Sumiton até os 18 anos, quando seguiu o namorado do colégio até a costa. Atualmente ela mora com seus três filhos, sua filhinha Emerson e seu novo marido em Fairhope, Alabama. Autora de diversos livros da lista de mais vendidos do The New York Times, Abbi é viciada no Twitter (@abbiglines) e escreve regularmente no seu blog (www.abbiglines.com).

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário