quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

:: Resenha 464 :: "O Selvagem", Kristen Ashley

Sinopse: Romance, aventura e uma boa dose de erotismo são os ingredientes que dão liga a O selvagem, segundo da série O Homem dos Meus Sonhos. Depois de O estranho, a norte-americana Kristen Ashley conta agora a história de Brock Lucas, um típico brutamontes que não mede esforços para conseguir o que quer, e Tessa O’Hara, uma mulher doce que esconde um grande segredo. Quando ele a convida para uma cerveja, Tess não imagina que Brock é um agente que se aproximou dela para investigar os crimes de seu ex-marido. Ao descobrir a verdade, ela tenta se convencer de que Brock não é o homem dos seus sonhos e tem certeza de que precisa pôr fim a este relacionamento. Mas ele não está disposto a deixá-la ir. Pelo contrário, Tess tornou-se um vício incontrolável para Brock. E o agente selvagem está mais disposto do que nunca a finalizar seu trabalho. E a conquistá-la de vez.

Olha, eu bem que tentei não ler O Selvagem tão logo depois de O Estranho. Eu sabia que se fizesse isso bateria aquele desespero chamado “Cadê o terceiro livro, Fábrica 231?” e o livro não tem nem sinal de vida por aqui e o desespero pegou. Não me leve a mal, o livro não termina com final aberto, nessa série cada livro tem sua própria história e você pode, inclusive, não ler em ordem (é bom, mas não é fundamental). O meu problema é que adoro essa série, essa autora e agora preciso do próximo. Como eu faço? Ainda mais depois de ler O Selvagem, um romance lindo que te faz suspirar, chorar, rir feito uma hiena usando alucinógenos e desejar um selvagem como Brock Lucas em sua vida.

Tessa O’Hara já teve a sua cota de relações ruins. Seu casamento com Damien Heller lhe deixou marcas profundas, ou como ela mesmo define, deixou uma cobra venenosa dentro dela que ela sente que está pronta para dar o bote e a destruir de vez. Depois de um divórcio complicado e exaustivo, Tess finalmente se reergueu e agora é a dona da Bolos da Tess, uma confeitaria feita a sua imagem, com muitos bolos, biscoitos, doces decorados com delicadeza e fofura que está fazendo um grande sucesso em Denver. Um certo dia, um homem absurdamente lindo entra em sua confeitaria e depois de uns 5 minutos a convida para uma cerveja. Avessa a joguinhos e dramas de sedução, Tess topa e logo se vê em um relacionamento com Jake.

"É algo que aprendemos bem rápido e muito bem quando uma coisa como essa acontece conosco, ser uma baita de uma atriz. Não temos escolha, porque quando um homem como ele faz esse tipo de coisa conosco, perdemos as opções. A única escolha que temos é quanto ao papel que vamos desempenhar. Eu escolhi o meu papel, e é isso..."

Mas Jake não se chama Jake e logo ela descobre que ele é, na verdade, Brock Lucas, um oficial da DEA (agência americana de combate as drogas) e que estava trabalhando disfarçado para investigar se a Tessa estava envolvida nos negócios do ex marido. Ela descobre quem é Jake de verdade no mesmo dia em que fica sabendo que Damien é um traficante de drogas e estava escalando um caminho para o topo da distribuição, e para piorar, colocou o nome dela em algumas contas no exterior, e por isso ela acabou no radar do DEA e, consequentemente, do Brock. 

"A única coisa que sabia quando me olhei no espelho aquele dia e todos os dias depois daquilo, era que eu não queria ser eu. Por isso estava experimentando uma nova eu, para ver se servia."

Brock Lucas é um homem que pode ser descrito como selvagem. Bonito, determinado, leal e muito protetor, ele se encantou pela Tess tão logo a viu e depois de algumas conversas, já sentia que ela era uma mulher especial. A doçura dela não combinava com a sua aspereza, mas ele não era um homem que se importava com isso, para completar, ele ficou atraído pela doçura dela, mas estava se apaixonando por sua personalidade e por ela ser uma sobrevivente que mesmo passando por momentos difíceis, ainda enxergava o lado bom da vida.

"Minha Tess doce, sexy e completamente inocente, com seus óculos, cabelo lindo e cheio, e seios maravilhosos, que sabe fazer um bolo pelo qual a maioria dos homens trocaria suas bolas e que olha para você como se você fosse o único filho da mãe no planeta."

Mas agora que ela descobriu quem ele é e está determinada a ficar bem longe dele e das suas mentiras, apesar da boa intenção delas, ele não vai desistir tão fácil assim da mulher que sabe que foi feita para ele, afinal aos 45 anos de idade, com uma ex mulher que foi o inferno na sua vida e dois filhos para cuidar, ela sabe identificar quando encontrou a mulher dos seus sonhos e Tess é essa mulher e ele não vai deixar ela escapar assim tão fácil.

Tem louco que é desajustado e tem louco que é apenas louco. Você apenas se juntou a um tipo diferente de louco, Tess, e eu juro, amor, juro– ele me apertou muito– que vou mostrar para você que esse é um lugar bom e seguro para ficar.

O Selvagem tem todas as características de um romance da Kristen Ashley. Muito romance, muita comédia e pitadas de ação para não deixar ninguém entediado durante a leitura. A trama vai muito além do Brock tentando reconquistar a Tess, e vou dar um spoiler mínimo e dizer que isso ele consegue bem rápido e nem podemos culpar a mulher. Com muita leveza a autora consegue inserir temas bem sérios durante a leitura, e com personagens maduros como principais (a Tess tem 43 e o Brock 45) esses temas sérios são tratados com o devido respeito que merecem, sem criar dramas desnecessários. Por exemplo, Brock tem uma ex mulher infernal que usa os filhos para manipulação, ela abusa psicologicamente das crianças e a maneira que o Brock e a Tess lidam com isso é simples e natural, algo que qualquer pessoa faria, sem aqueles floreios que as vezes vemos em romances.

"Quando meu telefone tocava na confeitaria, costumava ser alguém querendo encomendar um bolo de aniversário. Quando o telefone do Brock tocava na delegacia, costumava ser porque alguém tinha levado um tiro. Meu trabalho era muito melhor."

Alias, todo o livro é bem diferente dos romances que vemos por aí, nada de casal brigando, voltando, criando dramas desnecessários por coisas simples. É um romance adulto na essência da palavra, e não por ser apimentado. E apesar de ter personagens que fazem algo fora do comum, isso não é regra, são exceções que contribuem para o humor do livro. Comparando a série, eu posso dizer tranquilamente que O Selvagem é muito melhor que O Estranho. Você acredita mais na personagem da Tess do que na Gwen, protagonista do anterior, e como eu conheço os outros dois, posso afirmar que a série só melhora. Falta apenas a Rocco e o seu selo para romance, Fábrica 231, divulgarem o lançamento de Law Man. Espero que não demore e oremos para que a série não tenha sido descontinuada.

Nome: O Selvagem
Série: O Homem dos Meus Sonhos # 2
Autora: Kristen Ashley
ISBN-13: 9788595170100
ISBN-10: 859517010X
Ano: 2017
Páginas: 464
Editora: Fábrica 231
Classificação:


Sobre a autora: 

Kristen Ashley cresceu em Indiana, mas vive em Denver, Colorado. Sua paixão por escrever a transformou em uma das maiores autoras de romances eróticos dos EUA.

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Oi Tali, eu também gostei muito desse livro justamente pelo fato dele ser um romance adulto, foge do que geralmente lemos e nos apresenta um relacionamento em seu dia a dia, mas sem faltar ação e conflitos para movimentar a história. Eu demorei pra ler esse livro em relação ao primeiro por causa do preço haha tive que esperar uma promoção, mas valeu a pena e gostaria muito que a editora continuasse com a série e lançasse os próximos livros ;) Ótima resenha ;)

    ResponderExcluir