segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

:: Resenha 467 :: "Nunca me deixe", J.J. McAvoy






Sinopse: Dorian Rhys-Gallagher acabou de perder o irmão gêmeo, Donovan, pelo mesmo vício que matou seus pais. Em seu leito de morte, Donovan confessou ter abandonado a então namorada, Luella “Lulu” Thorne, há cinco anos quando contou que estava grávida. Drogado e bêbado na época, ele partiu seu coração, roubou todas as economias dela e a abandonou sem dizer nada.
Acostumado a consertar os erros do irmão, Dorian tem como missão encontrar Lulu e a criança que ele deixou para trás. O que não esperava encontrar era... Lulu, que levada pelas atitudes do irmão, precisou se tornar uma acompanhante de luxo. Uma que conheceu e por quem tinha se apaixonado.
Com tantos obstáculos entre eles, o verdadeiro amor triunfará?





Oie! Falei para vocês na resenha de Apenas um toque que finalmente comecei a ler os livros que eu tinha da The Gift Box Editora, então, depois de pegar um dos primeiros livros publicados por eles, eu resolvi pegar um livro novinho, recém lançado. Nunca me deixe é a primeira obra da autora J.J. McAvoy publicada no Brasil e eu estava curiosa para conhecê-la.


"Você disse que não podia me ver enquanto eu me matava. Foi provavelmente o meu momento mais sombrio. Mas eu conheci uma garota. Ela era um verdadeiro amor e uma tremenda guerreira, também. Ela fez o melhor que pôde para me salvar."

Aqui, J.J. conta a história dos irmãos gêmeos idênticos Dorian e Donovan, que são herdeiros de uma grande fortuna, e que infelizmente têm problemas seríssimos com o vício de álcool na família. Eles perderam os pais cedo por causa disso e agora Dorian vê seu irmão partindo pelo mesmo caminho, sem poder fazer nada.

Antes de partir, Donovan revela ao irmão que tem um filho, mas que não vê nem a mãe e nem a criança há muito tempo, tudo por conta da vida desregrada de seu vício. Claramente abalado e até mesmo arrependido por ter deixado os dois à própria sorte, Don pede ao irmão que os procure e ajude os dois, fazendo tudo o que ele nunca havia feito por eles.

Perdido ao se ver sozinho, sem família, Dorian quase pega a mesma estrada errada do álcool na tentativa de anestesiar sua tristeza, mas bem nessa hora surge uma pessoa que, assim como ele, precisa esquecer sua própria dor. Ele só não imaginava que aquela bela mulher era a ex de seu irmão.

Luella é a bela mulher em questão, inteligente, guerreira, ela tem uma vida bem difícil. Por conta de complicações no parto, Alaric nasceu com diversos problemas, o que levou Luella a fazer de tudo pelo bem do filho, até mesmo virar acompanhante de luxo para poder pagar todas as despesas e tratamentos do menino.

O surgimento de Dorin na vida de Luella muda tudo rapidamente, e graças a herança de Don que vai para as mãos de Luella e Alaric, por direito, os diversos problemas que Luella tem vão se resolvendo. Dinheiro é tudo, né, minha gente?

E se as coisas melhoram para os dois, melhoram também para Dorian. Ele que achou estar sozinho no mundo sem seus pais e seu amado irmão, se vê fazendo parte de uma família feliz, apesar dos pesares. Porque vamos combinar, é muito louco para ele estar vivendo tudo aquilo que seu irmão deixou de viver. Ter nos braços aquela mulher linda e irresistível, e ter a alegria daquele menino tão especial preenchendo seus dias e deixando sua vida mais leve.

"Depois daquela manhã, sabia o motivo de ela ter me impedido de beber e a razão de ter permitido que eu transasse com ela – era porque eu parecia com meu irmão... Ela estava me usando da mesma forma que eu a usava. Eu sabia, mas não queria encarar isso naquele momento."

Mas, como eu sempre falo, nem tudo é perfeito, nem tudo são flores e a profissão de acompanhante de luxo de Luella começa a gerar vários problemas. No desenrolar da história, Luella é pega de surpresa por quem ela nunca poderia imaginar, e confesso que, assim como ela, eu fiquei boladíssima com o que a gente descobre.

Por ser um livro único e relativamente pequeno, com suas 233 páginas, tudo acontece rapidamente e sem enrolação. E apesar da história ser bem interessante, com uma criança adorável que conquista qualquer coração mole, o final poderia ter sido mais detalhado. Sério, o dia que essa autora vier ao Brasil ela vai ouvir. Como ela deixa o final do livro assim, gente? 

Quanto a edição, encontrei alguns erros bobos que passaram pela revisão, então fica a dica para a editora caprichar na próxima.

Nunca me deixe cumpre o seu propósito de entreter o leitor com sua história de amor pra lá de inusitada, complicada e quente, beeem quente. É uma leitura rápida e fluida onde os personagens sabem o que querem e não perdem tempo com conflitos desnecessários. E como falei antes, ainda tem uma criança maravilhosa que faz a leitura valer a pena. Sério, eu tenho um fraco fortíssimo por livros com crianças rsrs.

"Luella nunca esteve tão certa quando disse que todos precisamos de um porto seguro."

Título: Nunca me Deixe
Autora: J.J. McAvoy
ISBN-13: 9788552923381
ISBN-10: 8552923386
Ano: 2018
Páginas: 233
Editora: The Gift Box
Compre aqui: Amazon físico / e-book
Classificação:



Sobre a autora:


J.J. McAvoy nasceu em Montreal, no Canadá, e se formou na Carleton University em 2016 com um diploma com honras em Ciências Humanitárias. Ela é a mais velha de três filhos e uma apaixonada pela escrita há anos. Inspira-se por qualquer coisa, desde as tragédias shakespearianas até cultura atual. Espera que, com suas histórias, possa levar os leitores ao limite e permitir que eles olhem para o mundo de outra perspectiva.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário