Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 474 :: “Stalker”, Tarryn Fisher







Sinopse: Deprimida após sofrer um aborto espontâneo, Fig Coxbury passa seu tempo em praças observando as crianças que poderiam ser a sua filha. Até que uma menininha brincando com a mãe desperta uma obsessão. Logo, Fig se vê mudando de casa e de bairro não por necessidade, mas porque a casa vizinha oferece tudo o que ela mais deseja: a filha, o marido e a vida que pertence a 
outra pessoa.








Ela não quer ser igual a você. Ela quer a sua vida. Imagina uma parada dessas? Muito louco, né? Vamos então falar sobre Stalker, da doida da Tarryn Fisher, cortesia da nossa parceira Faro Editorial.

Tarryn divide o livro em três partes, e a primeira delas é narrada pela Fig, a stalker. Como posso definir essa primeira parte...??? MEU. DEUS. QUE. PORRA. É. ESSA???? Como alguém pode ser tão louco assim?


"Elas viviam num casarão vitoriano cinza, de alvenaria, a menos de dois quilômetros da minha modesta casinha. Que coincidência! Pensei nas datas e refiz as contas de cabeça. Dois anos, dois meses, seis dias. Será que essa criança poderia ser ela? No fundo eu sentia que sim, mas havia sempre aquela dúvida recorrente."

Fig perdeu uma filha e tinha um casamento de bosta com um cara que só detonava ela. Quando ela tem a brilhante ideia de jerico de se consultar com uma médium, logo depois de enfrentar vários problemas, a médium diz que um dia ela toparia com a alma da filha e que na hora ela saberia que era ela. Aí, minha gente, a coitada descacetou de vez. E é por isso que agora ela toma conta da vida de Jolene Avery. 

Fig passa a acompanhar os passos de Jolene, a mulher, Darius, o marido, e da pequena Mercy, a filha. Claro que acompanhar a rotina do casal, de longe, muitas vezes seguindo de carro, perde a graça rapidamente. É por isso que a louca, digo, Fig, ultrapassa mais um nível de sua obsessão ao se mudar para a casa ao lado da família Avery. Cara, é muuuuuuito louco acompanhar a doença dessa criatura, e o comportamento dela com os seus novos vizinhos.

Já a segunda parte do livro te dá uma rasteira daquelas. Pelo menos eu fui compleeeetamente surpreendida aqui. O livro agora passa a ser narrado por Darius, psicólogo e marido de Jolene. Gente… enquanto você lê a primeira parte você tem uma visão desse cara, mas nessa segunda você fica… 


Caraaaa! Como assiiiiim???

"A gente não escolhe a forma como o amor nasce, apenas aceita que ele existe. E o meu nasceu na forma da gravidíssima e proibidíssima Jolene Wyatt. A garota que ao mesmo tempo viu tudo e absolutamente nada."

Chegamos na última parte, narrada pela coitada da Jolene. Por que vamos combinar, né? Essa pobre mulher, que é a única normal até agora, que está sempre acreditando no ser humano, entendendo as pessoas, vendo sempre o lado bom delas, só se lasca!!! Aqui muita coisa é esclarecida para ela, ela finalmente enxerga as coisas e começa a resolver a loucura que tornou a sua vida.

Esse foi o meu primeiro contato com a escrita da Tarryn, e agora eu entendo todos os comentários e elogios que sempre vejo sobre a autora. Adorei a escrita dela, o sarcasmo, o humor e a história em si de Stalker. O livro te prende, te surpreende e te deixa abismado a cada capítulo. É muito bizarro o que o ser humano é capaz de fazer.

"Até eu começava a me assustar, e olha que convivo de perto com gente desequilibrada. Não, apaga isso, eu lido com loucos complacentes, loucas entediadas. Fazia muito tempo que eu não via uma perseguidora legítima no meu divã."



Título: Stalker
Autora: Tarryn Fisher 
ISBN-13: 9788595810471
ISBN-10: 8595810478
Ano: 2018
Páginas: 256
Editora: Faro Editorial
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:




Sobre a autora: 


Tarryn Fisher é autora best-seller do The New York Times. É cofundadora de um blog de moda e coautora de uma série com Colleen Hoover. Tarryn reside na área de Seattle com sua família. Ela adora dias chuvosos, Coca-Cola, café e sarcasmo, e acha que o Instagram é o novo Facebook.

Comentários

  1. Muito bom adorei a,resenha
    Vou comorar em Agosto pois agira estou sem grana , amo esse tema do livro

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei