segunda-feira, 4 de março de 2019

:: Resenha 475 ::"Uma Dama Fora Dos Padrões'', Julia Quinn


Sinopse:
Às vezes você encontra o amor nos lugares mais inesperados...
Esta não é uma dessas vezes.
Todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito... algum dia.
Às vezes você se apaixona exatamente pela pessoa que acha que deveria...
Ou não.
Há apenas um irmão Rokesby que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente.
Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso...

Porque quando Billie e George são obrigados a ficar juntos num lugar inusitado, um novo tipo de faísca começa a surgir. E no momento em que esses adversários da vida inteira finalmente se beijam, descobrem que a pessoa que detestam talvez seja a mesma sem a qual não conseguem viver.




Olá pessoal!! Tudo bem com vocês??
Por aqui tudo ótimo, ainda mais após a leitura de um dos melhores livros que a nossa musa Julia Quinn já escreveu. Pode parecer clichê, porque eu sempre falo que os livros dela são maravilhosos, mas esse sem dúvida tem seu diferencial. Primeiro que reencontraremos a nossa família favorita de romances de época. E segundo, é um romance tão doce, nada previsível pelos envolvidos e que muitas vezes você vai se pegar rindo horrores, porque a nossa protagonista nada convencional vai nos proporcionar isso.



Em "Uma Dama Fora dos Padrões", primeiro livro da Série os Rokesbys, Conheceremos a família Rokesby, composta pelo Conde de Manston, sua esposa e seus quatro filhos: George, o primogênito; Andrew, Edward e Mary. Eles moram em Crake House, um lugar próximo e bem conhecido por nos que é Aubrey Hall, residência dos Bridgertons.
Vizinha a eles mora uma Dama que nada tem a ver com a sociedade em que vive. A história acontece em uma década totalmente diferente da série os Bridgertons, em que as regras da sociedade Londrina eram bem mais severas, e que o lugar das damas sempre eram dentro de casa, cuidando do lar ou pensando em se casar. Mas a nossa dama Billie Bridgerton foge de todos os padrões impostos.

"Aquela devia ser a atração mais inconveniente da história.  Billie Bridgerton, pelo amor de Deus. Ela era tudo que ele nunca quisera em uma mulher. Era teimosa, estupidamente imprudente e, se ela tivera um momento feminino em sua vida, ele nunca tinha visto.
E ainda assim...
Ele engoliu em seco.
Ele a queria."

Billie e George cresceram juntos, porém sem muito contato. Já que pela diferença de idade e a preparação de George para se tornar Conde, ele foi criado sob muita pressão para ser muito responsável, conservador, sério e todo perfeitinho. Ele odiava Billie, já  que ela carregava seus irmãos em todas suas travessuras e brincadeiras que por sinal sempre saia alguém machucado ou com alguma parte do corpo quebrada, mas sempre com um sorriso de alegria no rosto, e isso fazia ele morrer de preocupação e inveja deles.
Pela função que ele possui, sua vida tem que caminhar bem certinha, e isso sempre o fez carregar um peso gigante nas costas, pois ele se sente inútil. Enquanto Edward trabalha como capitão do exército de Sua Majestade, Andrew na Marinha e Mary já casou, ele se vê sozinho sem poder fazer nada em casa. E isso o mata aos poucos.
"Aqui! - Chamou ela, tirando o casaco para poder agitá-lo no ar. Não adianta tentar parecer digna. Afinal, estava presa em um telhado com um tornozelo torcido e um gato sarnento."
Billie é a imprudência em pessoa. Se veste de calças, sai galopando igual a uma louca por Aubrey Hall,  ajuda ao seu Pai com os cuidados à proprieda, é totalmente avessa a bailes e danças e nunca quis debutar na sociedade londrina. Ela é tão apaixonada pela função de cuidar da propriedade e seus arrendatários, que já pediu ao pai milhares de vezes para demitirem o administrador deles porque ela é muito melhor. Mas por ser mulher, isso nunca poderia acontecer. Ela pode ser inconsequente e atrair problemas para si e os outros, mas quando quer sabe se vestir como uma dama e às vezes se portar como tal, para alegria e desespero da sua mãe. 
"Ela levantou a cabeça bruscamente. Ele parecia tão sólido... E forte. E confiável. George sempre fora confiável, pensou Billie. Ela é que geralmente ficava ocupada demais irritando-se com ele para perceber isso."
George e Billie não se suportam, ele não admite a postura dela e ela o acha muito chato e sério. Vivem discutindo, e detestam ficar juntos no mesmo local. Porém após uma ocasião ele a ajuda e começam a se ver com outros olhos, e acabam se tornando amigos.
Só que sabemos que nesses casos amizade vira amor, Billie e George vão se ver apaixonados um pelo outro. Um casal super improvável, já que ela pensava que um dia se casaria com um dos irmãos dele, e ele todo certinho tendo que suportar as loucuras dela.

''- Essa é a minha garota - murmurou ele.
-Eu não sou...
-Mas vai ser - grunhiu ele, e, antes que Billie dissesse outra palavra, a boca de George capturou a dela em um beijo ardente."

A leitura começa meio lenta, mas ela é tão leve e engraçada que passa despercebido. E quando Billie e George percebem que estão se gostando, o que é uma loucura, já que eles não se combinam, o romance começa a tomar outro rumo e você não consegue desgrudar dele. Li esse livro em um piscar de olhos, e foi a melhor coisa que fiz! Que delicia de leitura. Quando o livro pega o embalo, é lindo ver como eles crescem juntos, mentalmente falando. E o melhor de tudo, ele nunca pede para ela mudar. Um amor sem preconceitos, frescuras, puro e divertidíssimo. Um livro para relaxar e adoçar a alma. Estou super ansiosa pelos próximos.

"As reuniões entre os clãs Rokesby e Bridgerton sempre foram classificadas como familiares, mesmo não havendo uma gota de sangue compartilhada entre os dois. Pelo menos não nos últimos cem anos.
-Não consigo imaginar onde seria mais apropriado - comentou Andrew -, a menos que todos nós possamos ir até a taberna.
-Infelizmente- disse Billie -, não tenho permissão para ir a esta hora da noite.
-Você pode ir lá durante o dia? - perguntou Georgiana a ela.
-Claro - respondeu Billie, mas George notou que a mãe dela não aprecia feliz com isso."
Beijinhos ;*



Nome: Uma Dama Fora Dos Padrões
Série: Os Rokesbys # 1
Autora: Julia Quinn
ISBN-13: 9788580418750
ISBN-10: 8580418755
Ano: 2018
Páginas: 272
Compre aqui: Amazon
Skoob 
Classificação:   


Sobre a autora:

Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons.
É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico.

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Oi Mariana, amei a resenha e gostei demais desse livro também. A escrita leve e divertida da Júlia combinada a personagens cativantes tornaram essa uma opção maravilhosa de leitura. E essa capa é linda também <3

    ResponderExcluir