quarta-feira, 20 de março de 2019

:: Resenha 480 :: "O verão em que tudo mudou", Gabriela Freitas, Thaís Wandrofksi e Vinícius Grossos




Sinopse: A vida às vezes guarda inúmeras surpresas. Sem avisar, ela muda de direção. Na hora você não entende, já que “tudo parecia estar bem”. Então percebe que havia sinais.... um sentimento, uma lembrança, um fato que parceria bobo, mas não era... É quando a gente entende que todo o caminho estava errado, que nada fazia muito sentido. Pelo menos, pra você. Fred sente-se absolutamente comum diante de um mundo com tanta gente especial. Lavínia, ao alcançar aquilo que parecia um sonho, algo pelo qual tanto lutou descobre que a nova conquista nunca foi realmente um desejo seu. E Sol, sem perceber, vive sempre à espreita, desconfiada, em constante alerta, tentando controlar tudo ao redor, na esperança de não se ferir novamente... Mas que controle podemos ter diante de tudo? Três jovens, de cidades distantes, com diferentes realidades, descobrindo o mundo a partir de suas próprias escolhas: complexo, difícil, libertador.Três histórias que se cruzam, no exato momento em que se coloca, diante de cada uma delas, uma exigência capaz de definir algo para o resto de suas vidas.




Dias atrás eu não sabia o que pedir de parceria para a Faro e do nada tive um estalo e pensei "Aaahhh, vou pegar aquele livro da capa fofinha que tem o Vinícius Grossos!". Dos três autores dessa antologia eu só conhecia a escrita dele, então seria uma boa pegar pra conhecer também a escrita da Gabriela e da Thaís.

O verão em que tudo mudou é composto por três contos independentes, mas que são interligados por alguns personagens. Aqui, o tema central é aquela fase da adolescência que todo mundo passa, de se ver meio perdido nas escolhas que temos que fazer, de não termos certeza do que queremos para a vida, da pressão dos pais. Tudo isso nós vamos ver por aqui.

"Se for pra sonhar, precisamos sonhar com o melhor,
com o que realmente queremos, por mais impossível que pareça."

O primeiro conto é o "Dezembro - Quando infinitos se encontram", do Vinícius Grossos.
Vinícius nos conta a história de Fred, um garoto que eu adoraria conhecer porque super compreendi. Ele é apaixonado por livros, trabalha em uma livraria e tem dificuldade em se relacionar com as pessoas. Depois de perder os avós, a família se quebrou, entrando num luto e num marasmo triste, distanciando tios, primos, tornando tudo muito solitário. Até que Valentina aparecer com toda sua agitação bem na noite de Natal esmurrando a porta da livraria onde Fred trabalha.
Cheia de planos, efusiva e falante, Valentina vai mostrar pra Fred a importância de ter sonhos.

"Um amor de verdade, mesmo quando se torna uma lembrança bonita,
é sempre um amor de verdade."

O segundo conto é o "Janeiro - Mantenha-se viva", da Gabriela Freitas. É o meu conto preferido do livro. 
Nele a Gabi conta a história linda e emocionante da Lavínia, que carrega uma pressão e uma culpa enorme nos ombros. Ao passar para a faculdade, que era o sonho de seus pais, ela se vê desesperada, porque só ela sabe que aquilo ali não é para ela, não mais. Ela então resolve fazer uma viagem para se encontrar, se distanciar de certas coisas, e principalmente, seguir o pedido de uma pessoa muito especial.

"O mundo não precisa de pessoas perfeitas. O mundo precisa de pessoas reais.
E eu também."

Por fim, o terceiro conto é o "Fevereiro - Pôr do sol", da Thaís Wandrofski. Esse foi o conto mais fraquinho do livro, na minha opinião.
Aqui, Thaís conta a história da Sol, uma menina mega organizada, que planeja absolutamente tuuuuudo, e com isso, acaba deixando de enxergar o mundo, e principalmente, as pessoas a sua volta, que têm suas próprias vidas e seus próprios problemas.
Quando uma de suas grandes amigas manda a real pra ela, Sol finalmente cai na real e resolve mudar completamente. Aí ela passa a fazer o bem, ajudar todo mundo, ser mega prestativa, mas, sei lá, não me conquistou.

"A pressa para o destino não nos deixa aproveitar o caminho."

A Faro Editorial como sempre, arrasaaaando na diagramação e em todo o visual gráfico do livro, com suas ilustrações e cores belíssimas. Em O verão em que tudo mudou, Gabriela, Thaís e Vinícius trazem assuntos importantes como família, amigos, responsabilidades, respeito, sonhos, redescobrimento e amadurecimento.



Título: O Verão em Que Tudo Mudou
Autores: Vinícius Grossos, Thais Wandrofski, Gabriela Freitas
ISBN-13: 9788562409929
ISBN-10: 8562409928
Ano: 2017
Páginas: 304
Editora: Faro Editorial
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação:



Sobre os autores:





Gabriela Freitas escreve compulsivamente, por necessidade, como se fosse por prescrição médica.
Virginiana desajeitada, com ascendente em "cabeça nas nuvens", é um mistro de tudo o que escreve (e do que não consegue dizer em palavras). Paulistana apaixonada por São Paulo, margaridas, noites estreladas, café amargo e histórias de amor (bem doces, por favor).



Thaís Wandrofski é apaixonada pelas coisas simples da vida e gosta de perceber pequenos detalhes que mais ninguém vê. Ama livros, nuvens, delineador, números ímpares, gatos, fotografia, e ainda espera a sua carta de Hogwarts.




Vinícius Grossos tem 23 anos, ama desenhos animados, comida italiana e café. Para ele, os melhores dias de verão são os chuvosos.
Verão ensolarado só na praia, onde gosta de imaginar que é um tritão. Estuda jornalismo, mas prefere mesmo é o mundo da ficção. É autor de O Garoto Quase Atropelado e co-autor de 1+1 - A Matemática do Amor, publicados pela Faro Editorial.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário