quarta-feira, 31 de julho de 2019

:: Resenha 506 :: "Mulher-Gato: Ladra de Almas", Sarah J. Maas


Sinopse: TERCEIRO VOLUME DA SÉRIE LENDAS DA DC.
A Mulher-Gato da autora best-seller Sarah J. Maas é o que os fãs da personagem amam: forte, independente e única.
No passado, Selina Kyle vivia no submundo de Gotham, cometendo pequenos delitos para sustentar a família. Quando a mãe a abandona, a jovem precisa tomar uma difícil decisão e entrega a irmã nas mãos de um casal que poderia cuidar bem melhor dela, longe da pobreza. 
Dois anos depois, Selina retorna como a rica e misteriosa Holly Vanderhees. O que a trouxe de volta à cidade? E o que vai aprontar agora que tem como parceiras Arlequina e Hera Venenosa? 
Com Batman fora em uma missão vital, Luke Fox quer provar que pode ajudar os habitantes de Gotham usando o disfarce de Batwing. Seu alvo é uma nova gatuna que se uniu às duas rainhas do crime. Juntas, as três instauram o caos. 
Em meio a um jogo de segredos, mentiras e furtos, Selina se engalfinha à noite com Batwing, e se enrosca de dia com Luke Fox. Em uma trama que vai roubar o fôlego dos leitores, Sarah J. Maas mostra os primeiros momentos da ardilosa Mulher-Gato como uma das anti-heroínas mais ambíguas e amadas do mundo.


Ano passado eu fiz a resenha de Batman – Criaturas da Noite, livro 2 dessa série de Lendas da DC que é publicada aqui no Brasil pela Arqueiro e, antes de seguir em frente, vale dizer que o livro da Marie Lu vai ser adaptado pela própria DC em uma Graffic Novel a ser lançada agora em outubro nos EUA.

Bom, voltando, Criaturas da Noite não me levou de corpo e alma, senti falta de algumas coisas que formam o Batman, mesmo aquele sendo um Bruce pré-Batman. Nem por isso deixei de ficar interessada nessa série, já garanti o meu exemplar de Mulher-Maravilha e tive uma agradável surpresa quando a Arqueiro ofereceu enviar Mulher-Gato para gente, mesmo não sendo mais parceiros deles e, confesso, fiquei empolgada, tanto que troquei toda a minha ordem de leitura para poder começar Ladra de Almas e gente… Não me arrependi da minha empolgação!

Em Ladra de Almas vamos conhecer Selina Kyle brevemente, antes dela virar a Mulher-Gato. Abandona pela mãe viciada e com um pai ausente, Selina precisa cuidar da irmã mais nova, Maggie, de 13 anos, que tem uma grave e incurável doença (fibrose cística) e aos 17 anos, não tem muito que Selina pode fazer pela irmã financeiramente sem levantar suspeitas de duas meninas menores de idade morando sozinhas, por isso, usando sua inteligência e habilidades atléticas adquiridas em anos de treinos em ginástica olímpica, ela acaba juntando-se a gangue das Leopardas, ladras e lutadoras de rua. Logo Selina se torna a campeã invicta nas lutas organizadas por Carmine Falcone, que as Leopardas têm que participar, e tem como marca registrada o chicote e as inúmeras tatuagens nos braços que provam a sua invencibilidade.

"Com tudo aquilo, valia a pena... a dor enquanto abraçava a irmã sob o ruído incessante da geladeira.
Valia a pena."

Quando a situação ilegal de Selina e Maggie acaba sendo descoberta pelas autoridades, Selina descobre que suas atividades para as Leopardas acabou atraindo a atenção de Talia Al Ghul, que em troca de Selina deixar Gothan e virar um de seus soldados, irá entregar Maggie para um casal com boas condições de cuidar de sua irmã. E é por Maggie que Selina se sacrifica e passa dois anos treinando, e sobrevivendo, ao treino de Talia e Nyssa Al Ghul, mas, por algum motivo que não vou te revelar nessa resenha, Selina abandona as herdeiras do demônio e volta para Gothan com uma identidade nova, Holly, e está mais do que pronta para tocar o terror na cidade do Batman.

"Gotham City passara muito, muito tempo pendendo na direção dos ricos e corruptos. Ela havia chegado para endireitar tudo, mais uma vez."

Falando em Batman, a essa altura você já deve estar se perguntando cadê o morcegão, certo? Batman está em uma missão secreta, mas não deixou sua cidade desprotegida, ela está sob os cuidados de Batwing, ou apenas Luke Fox. Luke é um ex-fuzileiro que depois do seu destacamento ter sido atingindo por uma bomba e seus soldados terem morrido e ele sobrevivido por pouco, voltou para casa com estresse pós-traumático e, para ajudar, Bruce Wayne o treinou para usar a manta de Batwing. Muito mais tecnológico que os outros membros da Batfamily, o Batwing utiliza tecnologias das empresas Wayne, que o próprio Luke ajuda a construir, para poder voar sobre Gothan em uma armadura poderosa.

"Vida. A roupa emitia um murmúrio de vida, um ruído baixo. Fora desenvolvida por Luke em seu laboratório, cada detalhe desenhado, modificado e ajustado a seu gosto. Cheia de surpresinhas para a bandidagem de Gotham City."

Mas Batwing não estava preparado para os roubos cada vez mais ousados e descarados, de uma nova vilã de Gothan, a Mulher-Gato. Roubando dos ricos sem muita pena, ela está fazendo o Batwing de bobo publicamente e quando ela se junta a Hera Venenosa e a Arlequina, o submundo de Gothan ganha uma nova dama. Paralelo a isso, Luke tem que lidar com uma incômoda atração pela sua vizinha Holly, afinal de contas, nos primeiros encontros entre eles ela se mostrou fútil, mas aos poucos ele está vendo que ela tem mais a mostrar do que a imagem de uma menina entediada. Mal sabe ele que Holly é a criminosa que ele está criando tantas armadilhas para capturar.

"Todo bom criminoso de Gotham tem um nome de guerra. Acrescentemos mais um a essa bagunça. (...) Mulher-Gato. Gostei da sonoridade."

E sim, eu fiquei muito empolgada com Mulher-Gato! Que história boa de ler, muito melhor que Criaturas da Noite. Desculpa falar, mas é a verdade. Tudo bem que eu já adoro a escrita da Sarah J Mass, eu devorei Corte, mas o grande mérito dela em Ladra foi ter se apropriado tão bem da personagem. Seja o espírito livre da Mulher-Gato, seja o lado mais sério da Selina preocupada com a irmã ou com o lado fútil de Holly, ela conseguiu desenvolver todos os lados da personalidade de uma única personagem, e mesmo os outros personagens da história ganham seus destaque e não ficam apagados diante da presença da Selina.

"Mais uma garota que aquela cidade forçara a crescer muito depressa, com muita dureza. Só que Arlequina não encontrara as Leopardas. Não. Encontrara o Coringa e seu bando de psicopatas risonhos."

Outra coisa que eu amei acompanhar foi como ela brindou os leitores com pequenas coisas do universo dos quadrinhos. É verdade que a série é uma releitura dos personagens, ou seja, ela não é algo que vai ficar canônico ou que fica preso ao já estabelecido sobre os personagens, mas ao usar o nome Holly, por exemplo, usar as irmãs Al Ghul e seus soldados (alguns com nomes conhecidos dos quadrinhos) a Sarah brinca com a gente, dando pequenas coisas que para um leitor amante dos quadrinhos dá um brilho a mais na história.

"- Por que o lance de gato?
- Por que o lance de morcego?"

Falando em história, caso você esteja torcendo o nariz para o fato da Mulher-Gato ganhar um livro em uma série chamada Lendas, vale ficar sabendo que Selina Kyle existe há 79 anos. Ela foi criada pelos próprios Bill Finger e Bob Kane, os mesmos criadores do Batman, que queriam um interesse amoroso para o herói, mas não queriam utilizar a donzela em perigo, daí criaram uma ladra que ao mesmo tempo seduz o Batman, como é um desafio para ele. Atualmente, na saga Renascimento, escrita pelo Tom King, a Mulher-Gato voltou a ganhar muito destaque quando o Batman pede ela em casamento e os dois trabalharam juntos por um bom tempo. 



Resumindo, sim, Selina Kyle é uma lenda e a Sarah J Mass fez uma história a altura do legado dessa personagem. Sua Selina tem a personalidade, o carisma e as habilidades certas. Luke Fox não fica apagado diante dela, e tem seus próprios dramas e problemas acontecendo que fazem o leitor, ora torcer por ele, ora torcer por ela. Até mesmo a Arlequina e a Hera, quando aparecem tem os seus momentos e nem vou te falar sobre o final que é de tirar o fôlego. Fui incapaz de largar o livro até que tudo se resolvesse. Ladra de Almas é perfeito para os fãs da Mulher-Gato, para os que nunca ouviram falar de quadrinhos, mas querem ler uma boa história. É perfeito para você que quer ler uma história com uma protagonista forte, atrevida e que sabe se divertir até mesmo quando está roubando um belo colar de diamantes. Melhor dizendo, ela se diverte principalmente quando está roubando um colar de diamantes!

Nome: Mulher-Gato: Ladra de Almas
Série: Lendas da DC # 3
Autora: Sarah J. Maas 
ISBN-13: 9788580419719
ISBN-10: 8580419719
Ano: 2019
Páginas: 352
Editora: Arqueiro
Compre aqui: Amazon
Classificação: 


Sobre a autora: 

Sarah J. Maas é autora #1 do New York Times e USA Today por suas séries Trono de Vidro, a qual começou a escrever aos dezesseis anos e que já foi publicada em mais de trinta e cinco países, e Corte de Espinhos e Rosas. Atualmente a autora vive na Pensilvânia com seu marido, seu primeiro filho, Taran e o cachorro da família. Ao longo dos anos, desenvolveu uma apreciação pouco saudável para filmes da Disney e música pop ruim. Ela adora contos de fadas e balé, bebe muito chá e assiste muita televisão. Quando Maas não está escrevendo, pode ser encontrada explorando o belo condado de Bucks County.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário