segunda-feira, 26 de agosto de 2019

:: Resenha 509 :: "Desejo e Escândalo", Lorraine Heath

Sinopse: Mick Trewlove é o filho bastardo do duque de Hedley, mas ninguém sabe disso. Mesmo depois de se tornar um empresário de sucesso, ele ainda busca vingança contra o homem que o abandonou. E qual a melhor forma de fazer isso do que seduzir a noiva do filho legítimo do duque? Lady Aslyn está noiva do conde Kipwick, filho único do duque de Hedley, mas se vê, inesperadamente, apaixonada pelo misterioso bilionário Mick Trewlove. Durante os passeios pelos parques de Londres, ela começa a desconfiar de que algo se esconde por trás do sorriso sedutor, mas não tem certeza. Quando os segredos são revelados, uma reviravolta inesperada surpreende Mick, que terá que escolher entre manter seu plano de vingança ou ser feliz.

Ano passado eu vi, no perfil oficial da Harlequin Brasil no Instagram, a divulgação da capa e da sinopse de Desejo e Escândalo e nem lembro mais porque, só sei que fiquei morrendo de vontade de ler esse livro. Tempo vai, tempo vem, deixei ele na minha lista de desejos da Amazon, apelei para a sorte em um ou outro sorteio e quando finalmente vi o livro digital por um bom preço, desisti de ter ele em físico e comprei, não só isso, já fui baixando o livro e lendo, porque eu estava com muita saudade de ler romances de época, estava curiosa para saber se gostaria mais desse livro da Lorraine do que o último que li dela e sim, curti bastante a leitura, então pode clicar ali no Leia Mais para saber o que eu achei de Desejo e Escândalo.
Mick Trewlove é o filho bastardo de um duque, ou seja, ele nasceu fora do casamento do duque de Hedley com sua esposa e o que é nada de mais nos dias de hoje, lá em 1871é um escândalo e pior, a criança é extremamente discriminada pelos pecados dos pais e muitos são mortos ainda bebês. Não era incomum na época que algumas pessoas eram pagas para “se livrarem” dessas crianças, mas Mick e seus irmãos tiveram um destino diferente nas mãos da viúva Trewlove, apesar de ter recebido para se livrar deles, ela acabou criando os filhos adotivos, todos bastardos que de uma forma ou de outra foram parar em sua porta, junto da sua filha mais nova e única biológica.


Era sempre mais satisfatório roubar de um homem quando ele havia dado parte de si àquilo que estava sento tomado.

E por Fancy Trewlove, sua irmã mais nova, que Mick alimenta o desejo de ser reconhecido como filho do duque. Apesar de ter feito fortuna com muito trabalho duro, ter dado negócios rentáveis aos seus irmãos, ele sabe que Fancy só fara um casamento dos sonhos se ele, como mais velho, deixar de ser discriminado como um bastardo e lhe for permitido andar com a alta sociedade londrina, e se no meio desse caminho ele ainda conseguir se vingar do seu pai biológico, melhor ainda. Por isso ele arma um plano junto aos seus irmãos, sabendo que o único filho de seu pai é viciado em jogos, ele planeja se aproximar do Conde de Kipwick e fazer o seu irmão perder tudo, incluindo sua bela prometida, Lady Aslyn.

Pela primeira vez na vida, Aslyn reconhecia que uma mulher tinha necessidades— que ela tinha necessidades— que iam além de danças respeitosas e passeios corteses por um jardim. Ela queria mãos tocando- a onde não deviam, lábios deslizando onde não deviam.

Lady Aslyn ficou órfã aos 7 anos e desde então passou a ser criada pelos seus tutores, o Duque e a duquesa de Hedley e agora, aos 21 anos, todos se perguntam quando Kipwick vai oficializar o compromisso deles, tendo crescido juntos e meio que prometidos um ao outro de forma meio informal, ela nem mesmo foi cortejada em sua temporada, mas Aslyn deseja mais, ela quer saber o que é se sentir amada, desejada e, mesmo amando Kipwick, ela tem medo que o que eles sentem não seja o bastante para sustentar um casamento, ainda mais quando ela conhece, meio sem querer, o empresário Mick Trewlove e sua irmã Fancy. E mesmo sabendo que não deveria ser vista com um bastardo, ela se vê cada vez mais atraída por esse misterioso e viril homem.

Se tivesse vivido mil anos atrás, ou até mesmo quinhentos anos, teria sido um conquistador, daqueles que destroem impérios, não para escravizar, mas para libertar.

Não vou me prolongar muito na história porque o que eu mais curti durante a leitura foi, justamente, descobrir cada desenrolar dos fatos em um ritmo mais lento e bem elaborado da autora. A lenta sedução de Mick e a forma como Aslyn demora a se deixar envolver e se entregar fez a história sair do campo da fantasia para algo mais crível, afinal de contas, ela sendo filha da nobreza não se entregaria tão abertamente a um bastardo, a aproximação precisou acontecer aos poucos, e foi uma delicia acompanhar, mas confesso, que no começo levei uns bons capítulos para me entregar a leitura e quando isso aconteceu, foi complicado largar o celular e até mesmo li algumas páginas escondida no trabalho.


Não é permitido às mulheres que digam o que pensam, que declarem o que querem, então elas precisam demonstrá-lo por meio de alguma tolice.

Outro ponto a se destacar foi o desenvolvimento dos personagens. Aslyn foi supre protegida pelos tutores e mesmo assim, não é mimada ou esnobe, ela sente um desejo forte de conhecer mais da vida, mas não sabe como e é justamente isso que o Mick acaba lhe oferecendo, liberdade, aventuras e aos poucos ela vai se encantado por esse homem e a gente vai ficando angustiada porque sabe que quando a verdade sobre a aproximação deles for revelada as coisas vão ficar sérias e olha, os últimos capítulos foram de ler sem parar, fui dormir tarde em semana de trabalho, mas eu precisava saber como tudo se resolveria.


Nós existimos na vida real, Aslyn. Não em um conto de fadas. Não existe “felizes para sempre” entre uma lady e um bastardo.

Com uma história que foge do lugar comum em relação a livros de época, bons personagens e uma forma de escrita calma e envolvente, eu me vi encantada quando terminei Desejo e Escândalo e até mesmo esqueci o começo mais lento, a autora me levou e fui arrebentada de vez. E preciso falar sobre os momentos quentes, eles foram na medida e aconteceram na hora certa e foram bem picantes, mas de um bom gosto que achei tão gostoso que quase achei pouco! Resumindo, quando terminei o livro me vi querendo conhecer mais sobre a família Trewlove, o segundo livro já saiu aqui no Brasil e se chama O Amor de um Duque e terá como protagonista Gillie Trewlove, a irmã que o Mick deu uma taberna para gerenciar, e as poucas vezes que ela apareceu com seu jeito mais duro e nada feminino já fiquei coçando para conhecer mais desse mulher intrigante.
Quantas vezes um coração pode se partir sem despedaçar por completo?

Nome: Desejo e Escândalo
Série: Sins of all Seasons # 1
Autora: Lorraine Heath
ISBN-13: 9788539826650
ISBN-10: 8539826658
Ano: 2018
Páginas: 304
Editora: Harlequin Brasil
Compre aqui: Amazon
Classificação: 

Sobre a autora: 

LORRAINE HEATH é filha de mãe inglesa e pai americano. Nasceu em Hertfordshire, Inglaterra, e mudou-se ainda criança para o Texas, nos Estados Unidos, onde se graduou em Psicologia — formação que a ajudaria na construção de seus personagens aclamados pelo público. Autora best-seller do The New York Times e USA Today, ela também é vencedora do prêmio RITA de Melhor Romance Histórico. Ela sempre sonhou em ser escritora e desde pequena tem uma queda por histórias de amor, sem dúvida fruto de uma infância regada a muitos filmes ao lado da mãe, que lhe ensinou que os melhores são aqueles que fazem "você se acabar de tanto chorar". Nasceu em Quando leu seu primeiro romance histórico, não só ficou encantada com o gênero como logo percebeu o que faltava nas obras: rebeldes, canalhas e libertinos. Desde então ela escreve sobre eles.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário