Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 516 :: “Simplesmente Blue”, Amy Harmon




Sinopse: Novo romance da autora do best-seller Beleza Perdida.

Blue Echohawk não sabe quem ela é. A garota, que desconhece seu nome verdadeiro e sua data de nascimento, foi criada por um estranho e não frequentou a escola até os dez anos. Aos dezenove, quando a maioria dos jovens vai à faculdade ou segue em frente com a vida, ela é apenas uma veterana no ensino médio. Sem mãe, sem pai, sem fé e sem futuro, Blue é uma estudante difícil, para dizer o mínimo. Durona e sexy, ela é o oposto do jovem professor britânico que decide que está pronto para o desafio de levar a encrenqueira para debaixo de suas asas.

Simplesmente Blue narra a história de uma transformação e fala de uma amizade improvável em que a esperança promove a cura e a redenção se torna amor.




Oi! Vamos falar de uma leitura linda que me fez chorar e me deixou com uma leve ressaca. 

Blue é uma jovem de 19 anos que esconde sua verdadeira essência por trás de uma blusinha e um jeans justos, e de um comportamento rebelde e atrevido. Depois de ter vivido uma infância difícil sendo abandonada pela mãe aos 2 anos, ela se sente perdida pois não sabe nada sobre sua origem. Nem sobre Jimmy, o cara que a criou até certa idade e que ela considerava como pai, tendo como seu único amparo, hoje, o amor que desenvolveu pela arte de entalhar madeira que aprendeu com ele.

Na reta final de concluir o ensino médio, ela vai conhecer Wilson, seu novo professor de história. Um jovem inglês que ao longo de suas aulas desafiará Blue a por no papel a sua história. Mas como ela fará isso se pra ela, ela não é ninguém?

O tempo passa e a amizade entre eles vai se desenvolvendo e é uma delícia acompanhar. Quando um fato ocorre mexendo completamente com a vida de Blue, Wilson continuará ao seu lado, e também após sua formatura, quando não existe mais a relação aluna e professor, e Blue resolve que é hora de buscar informações sobre o seu passado.

É incrível como Harmon constrói personagens tão fortes e encantadores. Por não saber nada sobre seu passado, Blue não sabe quem ela quer ser, não consegue vislumbrar um futuro, mas aos poucos ela vai tirando suas máscaras, amadurecendo e Wilson tem grande influência nisso tudo. E não tem como a gente não se apaixonar por esse inglês de sotaque marcante que traz tantas referências literárias e históricas para o livro.

Este não é mais um romance entre aluna e professor. O livro é muito mais intenso e profundo, uma belíssima história de descobertas, amizade e recomeços. É aquele livro que fica na cabeça muito tempo depois que você termina. Leiam e se encantem!

“— A beleza desse poema está em todos poderem se identificar, porque todo mundo se sente ninguém. Todos nós sentimos que estamos do lado de fora, olhando para dentro. Todos nós nos sentimos deslocados. Mas acho que é essa consciência particular que nos faz ser alguém. E você é alguém, definitivamente, Blue. Pode não ser uma obre de arte, mas com toda a certeza é uma obra.

Título: Simplesmente Blue
Autora: Amy Harmon
ISBN: B07TTPLNYH
Ano: 2019
Páginas: 336
Editora: Verus
Compre aqui: Amazon
Skoob
Classificação: 




Sobre a autora:




Amy Harmon soube desde cedo que queria ser escritora, e dividia seu tempo entre escrever canções e histórias durante a juventude. Cresceu em meio a campos de trigo, sem televisão, com apenas os livros e os irmãos para entretê-la, e desenvolveu uma forte noção do que faz uma boa história. Amy é autora de livros apaixonantes, publicados em diversos países, a realização de um sonho para uma garota do interior de Utah, nos Estados Unidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei