Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 546 :: "A Jogada Perfeita", Jaci Burton

Sinopse: O jogador profissional de futebol americano, Mick Riley, é uma estrela, tanto no campo quanto no quarto. Mas uma determinada e sexy mãe solteira pode ser a única a desestabilizá-lo… Durante anos ele aproveitou plenamente de tudo o que a vida de um atleta profissional pode oferecer: fama, fortuna e uma mulher diferente a cada cidade.

Mas quando conhece e transa com a bela e confiante organizadora de eventos, Tara Lincoln, ele quer muito mais do que o típico caso de uma noite. Pena que Tara não está interessada em conhecer melhor o playboy mais famoso do futebol americano. Como mãe solteira de um adolescente, a última coisa que Tara precisa é de um bon vivant como Mick Riley; mesmo que a única noite – ardente e apaixonante – deles tenha sido inesquecível. A vida dela já é complicada demais sem estar sob os holofotes como “a garota da vez” do quarterback.

Ela apostou no jogo do amor uma vez, e perdeu feio, e não pretende repetir o feito, especialmente com um destruidor de corações como Mick. Mas quando Mick coloca na cabeça que vai vencer, nada o detém. E ele já tem a jogada perfeita em mente

Sabe a onda de calor que rolou no verão carioca? O meu apelido para ela foi: A Jogada Perfeita!! Vem comigo para saber porque!

Quando Tara conhece Mick, nenhum deles está em busca de uma relação. Ela está focada em fazer sua empresa de organização de eventos ganhar mais reputação e Mick, quarteback em um time de futebol, precisa focar na próxima temporada, afinal, ele não está ficando mais novo e o time tem bons reservas para sua posição. 

Mas estava gostando dela. De verdade. E muito. Como não gostar? Ela era linda, divertida e sexy, e a química entre eles era explosiva. Era meiga e carinhosa, e se ele não tomasse cuidado, poderia se apaixonar loucamente por ela.

Mas ai eles cedem a atração e depois de uma noite para lá de quente (sacou porque do apelido?) eles dão início a um relacionamento casual, mas aos poucos um vai entrando na vida do outro, conhecendo família e o sentimento bate, mas fica a dúvida, será que é o momento ideal para eles se envolverem de forma tão concreta? E nessa mistura entra a agente do Mick, que não está vendo essa relação com bons olhos, e não vai poupar esforços para que Mick e Tara façam o que ela quer, resultado? Um romance daqueles!

Você vê o que as pessoas querem que veja, e não necessariamente o que é.

A Jogada Perfeita é um romance erótico, ou seja, os personagens transavam, e muito, mas existia um contexto e, além disso, a forma como Jaci escreve esses momentos eram sexys e não vulgares, você sente todo o tesão, mas não se sente em um filme pornográfico ruim.

Amar alguém significava dar ao outro poder sobre você, e ela ainda não estava pronta para fazer isso.

Falando na autora, há muito tempo que desejava ver livros dela por aqui, seu texto, sua forma de descrever os personagens, de escrever momentos sérios com sutileza e emoção, e os momentos sexy de muito bom gosto me conquistaram e fizeram o livro ser mais do que apenas um livro de esportista gostoso na capa, (não vou mentir, foi por isso que li em primeiro lugar) e sim um romance gostosinho de um casal que me vi torcendo para terminar bem e um bom exemplo de como um livro pode ser erótico, sexy e envolvente sem ser vulgar.

Nome: A Jogada Perfeita

Autora: Jaci Burton

Série: Play by Play #1

ISBN-13: 9788592596484

ISBN-10: 8592596483

Ano: 2018

Páginas: 344

Editora: Angel

Compre aqui: Amazon

Skoob | Goodreads

Sobre a autora: 

Mora no noroeste de Oklahoma com Biker Dude e nossos cães loucos e maravilhosos. Dessa relação, tem três filhos que são todos crescidos e vivem sozinhos. Quando não está escrevendo, geralmente pode ser encontrada no jardim, persuadindo os tomates a crescerem, indo ao cassino local tentando ficar milionária (até agora, sem sorte), ou passeando na garupa da Harley de Biker Dude.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei