Pular para o conteúdo principal

Postagens

:: Resenha 554 :: “Depois do sim”, Taylor Jenkins Reid

  Sinopse: Depois do sim é uma leitura leve, divertida e ao mesmo tempo tocante e profunda sobre a complexidade dos relacionamentos que dão sentido às nossas vidas. Após onze anos de casamento, Lauren e Ryan chegam à triste conclusão de que não estão felizes juntos. Esse poderia ser o fim, mas para os dois é só o começo. Eles vão passar por um ano diferente de tudo aquilo que já viveram, no qual aprenderão muito mais sobre si mesmos do que seriam capazes de imaginar. Depois do sim é uma história sobre o que acontece quando a paixão parece não estar mais lá. Sobre as várias facetas do amor. Sobre aprender a mantê-lo, perdê-lo, redescobri-lo e aceitá-lo como ele é. Acima de tudo, é a história de um casal preso nas armadilhas de seus hábitos e manias, mas disposto a buscar um novo e inusitado caminho para fazer dar certo. Fala aí, pessoal. Quando você lê Taylor Jenkins Reid, você quer ler tudo dela, então, está aí mais um pra conta.
Postagens recentes

:: Resenha 553 :: "Existência", Abbi

Sinopse: O que acontece quando você é perseguida pela Morte? Você se apaixona por ela, é claro. Pagan Moore, de dezessete anos, enxergou almas durante toda a vida. Quando percebeu que os estranhos que via com frequência atravessando paredes não eram visíveis para mais ninguém, começou a ignorá-los. Se não as deixasse perceber que ela conseguia vê-las, as almas a deixavam em paz. Até que Pagan saiu do carro no primeiro dia de aula e viu um cara incrivelmente sexy descansando em uma mesa de piquenique, olhando para ela com um sorriso divertido. O problema é que Pagan sabe que ele está morto. Ele não apenas não vai embora quando ela o ignora, como faz algo que nenhuma das outras já fez antes: ele fala. Pagan se sente fascinada. O que não percebe é que sua hora marcada para morrer está se aproximando e que a alma perversamente bela por quem ela está se apaixonando não é alma, de forma alguma. Ele é a Morte e está prestes a quebrar todas as regras. Pagan (adoro esse nome) sempre viu espírit

:: Resenha 552 :: “Cinco”, Lily White

  Sinopse: Esta não é uma história de amor comum... Todos os homens desejam Rainey, assim que a conhecem. Levando uma vida com sexo, drogas e joguinhos de manipulação, ela é uma tentação com muitos segredos. Quando o psicólogo Justin Redding foi designado para o seu caso, ele não fazia ideia da história de devassidão que encontraria. Em um caminho distorcido de amor, perdas e assassinato, Rainey guia Justin através dos eventos de sua vida. A morte a segue... Justin luta para descobrir os seus segredos... Mas ele descobrirá o que o misterioso número CINCO significa a tempo de resistir à última sedução de Rainey? Aviso: Este livro trata de assuntos sensíveis que podem ser perturbadores para alguns leitores. Fala aí, pessoal. Hoje é dia de falar de um livro que me deixou chocadíssima. Romance dark ainda é algo novo para mim, e quando o pessoal falou que Cinco era um dark raiz, eu nunca poderia imaginar o que eu iria encontrar nas páginas de Lily White.

:: Resenha 551 :: "Nunca saia sozinho", Charlie Donlea

Sinopse: SE ACEITAR O CONVITE, NÃO IGNORE O AVISO. Dentro dos muros de uma escola de elite as expectativas são altas, e as regras, rígidas. Na floresta, além do campus bem cuidado, há uma pensão abandonada que é utilizada pelos alunos como ponto de encontro noturno. Para quem entra, existe apenas uma regra: não deixe sua vela apagar ― a menos que você queira encontrar o Homem do Espelho... Há um ano, dois estudantes foram mortos em um massacre terrível. Desde então, o caso se tornou o foco do podcast “A casa dos suicídios”. Embora um professor tenha sido condenado pelos assassinatos, muitos mistérios e perguntas permanecem. O mais urgente é: por que tantos alunos que sobreviveram àquela noite macabra voltaram ao lugar para se matar? Rory Moore, especialista em casos arquivados, e seu parceiro, Lane Philips, começam a investigar a noite dos assassinatos, em busca de pistas que possam ter escapado da escola e da polícia. Porém, quanto mais descobrem sobre os alunos e aquele jogo perigoso

:: Resenha 550 :: “O plano perfeito para dar errado”, Cameron Lund

  Sinopse: UMA HISTÓRIA SOBRE PRIMEIROS AMORES, PRIMEIROS AMIGOS E COMO ASSUMIR O CONTROLE DA VIDA AO FAZER NOSSAS PRÓPRIAS ESCOLHAS. Quando a sua última amiga virgem muda de “status”, Keely começa a pensar em fazer o mesmo. Ela não quer ser a única virgem que resta da turma, mas não pode ser com qualquer um. Tem de ser especial, com alguém de confiança. E rápido! O problema é que ela cresceu com todos os garotos de sua escola, e é muito difícil gostar de um cara quando você lembra dele comendo giz de cera (ou coisa pior) no jardim de infância. Então, a sorte acena para Keely ao encontrar Dean. Ele não apenas parece ter saído de um cartaz de filme, como tem uma moto, é sexy e demonstra estar muito interessado. Só que Dean é um pouco mais velho e já está na faculdade. E a insegurança de Keely a convence de que ter a primeira vez com Dean pode ser um desastre, fazendo com que ele nunca mais queira vê-la. É quando ela traça um plano e escolhe “mudar o status” com seu melhor amigo, Andrew

:: Resenha 549 :: “Recuperado”, Jay Crownover

  Sinopse: Foi ódio à primeira vista... Affton Eu odiava Cable James McCaffrey. Ele era metido, mimado, um usuário... e um viciado. Ele estava fora de controle e não se importava em esconder isso. Ele tinha tudo o que se poderia querer, mas ainda assim parecia infeliz e perdido. Cada movimento que Cable fazia, cada erro que cometia, piorava a impressão que eu tinha dele. No entanto, não pude evitar de tentar salvá-lo de si mesmo quando ninguém mais tentou. No calor sufocante do verão, Cable me ensinou que ter tudo não significava nada se você não pudesse ter a única coisa que deseja mais do que tudo. Cable Eu era obcecado por Affton Reed. Ela era rígida, certinha e nem um pouco divertida. Havia algo na sua bondade inata que me atraía. Ela agia como se estivesse acima de todas as falhas comuns aos humanos, como cheiro de fumaça após um incêndio. Eu estava apaixonado por ela, mas isso não me impedia de agir como se ela não existisse. No calor escaldante do verão, Affton me ensinou que s

:: Resenha 548 :: “Todas as Suas (Im)Perfeições”, Colleen Hoover

  Sinopse: Uma história de amor perfeita é suficiente para manter vivo o casamento entre duas pessoas imperfeitas? Quando a dança começa, a sincronia é perfeita, os passos seguem o ritmo, as mãos não se soltam, os olhos jamais se deixam. Mas a música pode acabar a qualquer momento... É possível valsar no silêncio? Quinn e Graham se conhecem no pior dia de suas vidas; ela chega mais cedo de uma viagem para surpreender o noivo, ele testemunha a traição da namorada. E é assim que ambos acabam no corredor de um prédio, trocando confidências, biscoitos da sorte e palavras de conforto. Fim da dança... se o destino não tivesse outros planos para os dois. Meses mais tarde, os acordes tocam para o casal mais uma vez e eles se reencontram. Graham está convencido de que são almas gêmeas. Quinn jamais se sentiu dessa forma antes. A intensidade do sentimento os assusta, mas, ainda assim, eles mergulham de cabeça. O casamento é tudo o que sonhavam, a parceria perfeita. Mesmo nos momentos difíceis,