Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 20 :: Surpreenda-me, Megan Maxwell

Björn é um atraente advogado alemão para quem a vida sempre foi fácil. É um homem apaixonado pelas mulheres e pelo sexo sem compromisso. Adora participar de jogos sexuais e tem sempre a companhia que quiser à disposição: sabe o fascínio que exerce sobre o sexo oposto. A espanhola Melanie é uma mulher independente, que chama atenção pela beleza e pelo temperamento forte. Como piloto do Exército americano está acostumada a levar uma vida de riscos constantes, embora sua principal missão seja lutar para criar sozinha a filha Sami. Quando o destino os coloca cara a cara, a tensão entre eles é evidente... Mas a hostilidade que marcou o encontro deles a princípio pouco a pouco se transforma num desejo incontrolável. O romance que os fãs de Megan Maxwell estavam esperando: as aventuras e desventuras sexuais de Björn, um dos personagens mais encantadores da série Peça-me o que quiser. Em Surpreenda-me, Megan Maxwell traz de volta os personagens da trilogia Peça-me o que quiser ao contar a história do encontro entre Björn e Melanie. Os melhores amigos de Eric e Judith se entregam a uma paixão devastadora escondidos de todos. E deverão vencer os próprios preconceitos se de fato ainda forem capazes de amar e de construir juntos uma nova vida.

Se você leu a trilogia Peça-me o que quiser, você TEM que ler Surpreenda-me, mas caso você não tenha lido, você até pode ler o Surpreenda-me que é um livro único, mas eu suuuuper recomendo que você leia só depois de ler a trilogia, mesmo! Não, não que isso interfira, mas lendo Peça-me antes, você já vai entender muito mais sobre os jogos, sobre Eric e Judith e a amizade deles com Björn. Fora que Mel aparece no final de Peça-me o que quiser ou deixe-me.


Enquanto eu lia a trilogia, eu ficava pensando: Por que as minhas amigas piram tanto nesse homem que quase não aparece? – Ok, ele aparece bastante até, ele participa dos jogos íntimos entre Eric e Jud que faz você se imaginar no meio de dois alemães enormes (Oi? Hein? Não falei nada! U.u), mas como a trilogia é sobre Eric e Jud, Eric está ali o tempo inteiro com seu jeito rabugento e encantador, então você não dá muita bola pra Björn. Só que aí você lê o livro dele... aí minha gente... é aí que a periguete literária dentro de você sorri de orelha a orelha e chocolate derretido nunca mais será o mesmo!

Desde que se conheceram, como eu falei antes, no final do Peça-me o que quiser ou deixe-me, Björn e Mel se atracam feito cão e gato. Não tem como não se divertir com as discussões de James Bond (como Mel o chama) e IronWoman (Björn não fez por menos) e com a irritação que isso causa à Jud.

Esse alemão moreno de olhos azuis, sempre teve as mulheres aos seus pés e ele nunca pensou em conhecer uma mulher como Mel, que responde e discute com ele, tratando-o de uma maneira completamente diferente de todas as outras. Ele por sua vez responde sempre à altura. Por conta disso a gente já pensa: Aí tem! Como a própria Jud comenta, aí tem nessa tensão sexual toda! Hahah.

A coisa toda muda a partir do momento que Mel e Björn descobrem que frequentam o mesmo lugar, o Sensations, e consequentemente que ambos gostam dos mesmos jogos. Então, apesar de toda a farpa que trocam em seus encontros na casa dos amigos Eric e Björn, logo a namorada do Thor cai nos encantos de James Bond e eles começam a se relacionar e a jogar, só que em segredo.

Enlouquecida pelas sensações que causavam aquelas palavras, ela agarrou o pescoço dele e beijou seus lábios com desespero. Abriu sua boca e enfiou a língua no interior de tal maneira que quase o fez perder a razão com um simples beijo. A força com que Mel se entregava era surpreendente. Björn desejou cuidar dela como nunca havia cuidado de nenhuma outra mulher.

A vida de Melanie não é fácil. Americana por parte de pai e espanhola por parte de mãe, ela é piloto do exército e mãe solteira. Assim que o pai da criança morre, ela descobre que ele a traía, fazendo com que ela perdesse completamente a confiança nos homens para um relacionamento futuro. Enquanto Björn, por conta de um triste problema do passado de seu pai, detesta os americanos, ainda mais os militares.

Björn logo cai de amores por Sami, a filha de Mel e os momentos dos três são fofos e divertidos demais. Sem contar os momentos em que Eric e Jud, com seu jeitão adorável, aparecem. Por isso que eu falei ali no começo que você até pode ler esse livro sem ter lido a trilogia Peça-me o que quiser, mas o melhor é ler a trilogia antes, vai por mim!

Enfeitiçado, ele a levou até a cama e continuou a enchê-la de beijos. Queria lhe dar carinho e dizer centenas de coisas que nunca tinha dito, só que ele mesmo se assustava com o que estava sentindo. Tudo ia rápido, rápido demais. Teve que morder a língua para não dizer algo de que pudesse se arrepender depois.

Receita pra um relacionamento ser impossível e não dar certo é um relacionamento com mentiras e segredos, todo mundo sabe. Como será que Mel e Björn vão enfrentar os traumas do passado? Leia o livro e surpreenda-se!!

Título original: Sorpréndeme
Autora: Megan Maxwell
ISBN: 978858105213
Ano: 2014
Páginas: 368
Editora: Suma de Letras
Compre aqui: Amazon
Classificação:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei