Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 26 :: "Como eu era antes de você", Jojo Moyes

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.

Como eu era antes de você é aquele livro triste, real, pesado, intenso, lindo e perfeito ao mesmo tempo. Aquele livro que te desestabiliza, fazendo você pensar e repensar várias coisas, vários conceitos de vida. Ele mexe muito, muito com você. E eu te digo, não deixe de ler por ser triste e por fazer você chorar. Leia, pois ele te ensina muitas coisas, é sério.


Louisa, com seus 26 anos de idade é uma moleca que fala o que pensa sem filtro algum entre o cérebro e a boca. Com seu jeito único e diferente, até de se vestir, Lou é uma garota simples, despreocupada, que leva sua vidinha sem muitas aventuras e pretensões numa cidade pequena. Ela trabalha num café, mora com os pais que sofrem com grana e tem um namorado que só pensa em corrida e em contagem de calorias.

Will, com seus 35 anos é um homem feito, bonito, bem sucedido, que tem uma belíssima namorada e que adora esportes radicais. Anda de moto e suas viagens de férias não são das mais tranquilas, ele sempre procura aventuras e atividades tipo rafting, bungee jump e coisas do tipo.

São duas vidas completamente diferentes. Até que Will sofre um acidente e fica tetraplégico, e dois anos depois Lou é demitida porque o café onde ela trabalha vai fechar. Sem experiência e qualificações, fica bem complicado pra Lou arrumar um trabalho, até que a oportunidade de cuidar de um tetraplégico, que você já sabe quem é, aparece.

Já passaram inúmeros cuidadores por Will. Ele não é uma pessoa fácil de lidar e você até entende o quanto deve ser difícil pra uma pessoa tão ativa, se ver presa numa cadeira de rodas, dependendo de várias pessoas pra praticamente tudo. Então ele é uma pessoa bem difícil e quando a mãe dele entrevista a Lou pra preencher a vaga, ela meio que já percebe que só pelo jeito dela, ela pode ajuda-lo.

- Sabe, você só pode ajudar alguém que aceita ajuda.

No começo é bem difícil por conta do gênio de Will. A Lou acha que não vai conseguir trabalhar com ele, mas aí é que acontece algo que muda tudo. E que nossa... é punk! Lou escuta uma conversa entre a mãe e a irmã de Will e que faz ela e você, leitor, pensar e repensar mil coisas, mil conceitos e ideais que você já tem na sua vida. Como eu falei no começo, esse livro te faz pensar e você não pode ser radical, você não pode pensar só em si mesmo, você tem que enxergar pelo outro também.

Quando a coisa começa a funcionar entre eles, é muito bacana. É bacana ver como os dois mudam em certos pontos e como eles aprendem um com o outro (muito mais ela do que ele).

Eu vou parar por aqui, porque vocês já sabem que eu odeio resenha que conta tudo do livro e eu quero que seja uma surpresa pra vocês como foi pra mim, pois eu não cheguei a ler resenha alguma antes de ler esse livro. Então leia, leia e leia! Porque ele te toca, ele te emociona, ele te bagunça completamente. Ele é um livro pra você refletir. É a vida como ela é, com todos os seus percalços. 

Foi só quando trouxemos Will de volta para casa, depois que o anexo foi adaptado e arrumado, que encontrei algum sentido em tornar o jardim bonito outra vez. Precisava dar ao meu filho um lugar para onde olhar. Precisava dizer a ele, silenciosamente, que as coisas poderiam mudar, crescer ou fenecer, mas que a vida continuaria. Que todos nós éramos parte de um grande ciclo, algum tipo de arranjo cuja finalidade só Deus poderia entender. Eu não podia dizer isso a ele, é claro - Will e eu nunca fomos muito bons em conversar -, mas eu queria mostrar. Uma promessa tácita, se preferir, de que existe algo maior, um futuro melhor.

Título original: Me before you
Autora: Jojo Moyes
ISBN-13: 9788580573299
ISBN-10: 8580573297
Ano: 2013
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Compre aqui: Amazon
Classificação:


- Às vezes, Clark, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama.

Comentários

  1. Cada vez que vejo uma resenha publicada desse livro, eu me emociono. Sou super apaixonada por esse livro, ele é meu xodó por dois motivos: foi ele que me trouxe de volta o gosto pela leitura, e pela bela história que é contada. É impossível não se encantar com as loucuras da Louisa e torcer por ela e pelo Will, além de se emocionar com tudo que o Will passa após o acidente.
    Sou super suspeita para falar desse livro, aliás, de todos os livros da Jojo. sou super fã dessa autora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Amália! Ele foi o primeiro livro da Jojo que eu li, mas já tenho os outros aqui e não vejo a hora de ler cada um deles, pois gostei muito da escrita dela. Como eu era antes de você é lindo demais mesmo. Bjks

      Excluir
  2. to louca pra ler esse livro, dizem que é bem interessante e uma historia bem bonita, espero ler o livro muito em breve

    ResponderExcluir
  3. EU FIZ A COISA MAIS ERRADA DO MUNDO E TINHA VISTO ESTE LIVRO POR 19,90 E ACABEI COMPRANO OUTRO , AGORA EU QUERO LER MUITO ELE ,RESENHA PERFEITA

    ResponderExcluir
  4. Ele é lindo,e te bagunça completamente.Avida como ela é conto de fadas rarissimos.Mas eu me perco no mundo da leitura pra fugir um pouco da realidade,então não gostei do fim.Mas nós faz refleti sim,

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei