Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 357 :: "A Garota dos Pés de Vidro", Ali Shaw



Sinopse: Cenários cinematográficos, paisagens paradisíacas, pântanos congelados com animais transformados em vidro, florestas brancas, penhascos monocromáticos, um oceano de baleias, lendas e águas-vivas. Este é o universo fantástico de Ali Shaw, autor britânico que renova as fábulas e cria uma inusitada história de amor. Midas é um tímido fotógrafo ilhéu. Ida é uma jovem aventureira que vem ao arquipélago de Saint Hauda's Land buscar a cura para sua misteriosa doença. Ela está se transformando em vidro e juntos buscam uma solução. O que eles mais precisam é de tempo - e o tempo está passando rápido. Será que vão encontrar uma maneira de evitar a propagação do vidro?



Então coleguinhas, sabe aquele livro que você se apaixona de cara pela capa mesmo não sabendo bulhufas do que se trata e muito menos quem é o autor? Então, essa parada aconteceu comigo em relação a esse livro: A Garota dos Pés de Vidro, do autor Ali Shaw, que a nossa querida parceira, LeYa, me presenteou...

Que capa mais buitaaaa *-*

Durante a leitura eu me perguntava por que cargas d’água eu ainda não conhecia essa história, porque era aquela sensação de que esse era um dos livros que eu deveria ter lido há muito tempo. E digo com sinceridade e sem exageros que a trama de Ali Shaw me conquistou nas primeiras páginas.

É uma história fantástica onde Ali nos mostra como nossas vidas, como as conhecemos, podem ser temporárias, sujeitas a mudanças implacáveis e inesperadas. Além de criar uma história genial que desafia a tal parada clichê dentro de um conto de fadas batido. 

E nesse mundo fictício do norte, o mundo é envolto por criaturas fantásticas, desde vacas do tamanho de insetos e com asas de borboleta, como uma criatura que transforma tudo o que olha, em branco. E nessa paisagem de beleza gelada com pequenas criaturas do Ártico, que se fundem nas madeiras nevadas, vamos conhecer Ida MacLaird, que inexplicavelmente está virando vidro (começando com os pés cuidadosamente escondidos), e também o fotógrafo Midas, que além de estar devastado por problemas familiares e ser obcecado por luz, acaba se apaixonando por Ida, e assim, embarcando em uma busca desesperada para salvá-la. 

Dessa forma, mesmo sabendo que Ida está desesperada para encontrar uma cura. Ela não segue o roteiro de mocinha indefesa. Isso mesmo, em uma mudança refrescante de eventos, em vez de esperar um estilo de conto de fadas para um príncipe ajudá-la, ela viaja para a tal St. Hauda's Land para procurar um homem que ela acha que pode ajudá-la, ou pelo menos evitar que os vidros continuem a ultrapassar as pernas e se alastrar pelo seu corpo. 

Agora coleguinhas, a descrição dos efeitos que esta transformação tem no corpo de Ida, são tratados de forma realista. Então é aquela parte onde você sofre junto com a protagonista, principalmente em saber da dor quando o vidro invade seu interior. E apesar da dificuldade de sua situação, Ida tenta manter um otimismo natural, mesmo tendo momentos onde a dor física de Ida faz com que ela discute se deve continuar buscando uma cura ou simplesmente aproveitar o tempo que ela deixou antes que seus órgãos cristalizem e parem de funcionar.

Fora essa parte tensa, vamos ver que a história de Ali, é focada também sobre o relacionamento recém-descoberto de Ida com Midas e a resposta dele quanto à sua condição. Uma vez que, mesmo Midas Crook tendo seus demônios internos e grandes dúvidas se está destinado a se tornar o seu pai, posso dizer que é uma história boa de amor, embora com um cenário não convencional e um conjunto de obstáculos. 

Então é isso coleguinhas, A Garota dos Pés de Vidro é o livro de estreia do autor que tem uma narrativa fluida e instigante, além de ser aquele livro que peguei para ler e devorei as 288 páginas em apenas um dia. Sendo assim, claro que recomendo essa leitura. 

(...) " Então, partes dele apodrecem, matéria se quebra e se dispersa na água. Seus ossos formam uma cobertura na areia."
"Mas e seu...seu espirito?"



Título: A Garota dos Pés de Vidro
Título original: The girl with glass feet 
Autora: Ali Shaw
ISBN-13: 9788562936425
ISBN-10: 8562936421 
Ano: 2010
Páginas: 288
Editora: LeYa
Compre aqui: Amazon
Classificação: 



Sobre o autor:


Ali Shaw nasceu em 1982 e cresceu na pequena cidade de Dorset, Inglaterra. Depois de se formar, trabalhou como vendedor de livros.
A Garota dos Pés de Vidro foi finalista do Guardian First Book Award e do Crawford Award e vencedor do prêmio The Desmond Elliot. 

Comentários

  1. Oi Graziela, ainda não conhecia essa história, mas achei a premissa bem interessante e o universo criado muito bacana. A parte sobre os questionamentos que a protagonista faz sobre seguir lutando ou desistir e aproveitar o tempo que resta me levou a refletir e imagino que essa seja a ideia da história, fazer o leitor refletir e curtir o romance. Ótima dica *__*

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei