Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 529 :: "Como um mar de rosas", LK Farlow

Sinopse: Como Um Mar de Rosas é um conto de fadas moderno, cheio de surpresas.
Myla Rose McGraw pode ter somente vinte anos, ser solteira e estar grávida, mas não é uma donzela em perigo. Ela não precisa de um homem em sua vida. Afinal, sua avó lhe ensinou que quando o destino lhe der limões, você deve fazer uma limonada.
Então ela conheceu Cash Carson, que se recuperava de uma traição. Para ele, jurar amor eterno a uma mulher não levou a nada além de dor e infelicidade, o que o obrigou a seguir em frente sozinho.
Até que uma linda ruiva do sul surge em sua vida.
Se a melhor escolha era fugir do amor, por que seu coração batia mais rápido toda vez que Myla Rose sorria com tanta doçura?
Ele não era um cavaleiro de armadura, e ela não precisava ser salva.
Mas... caramba, Cash queria tentar, de qualquer maneira.

Eu vou resumir minha experiência lendo Como um mar de rosas com a seguinte frase: it malia.
Cash Carson está decidido a dar mais um passo em seu longo relacionamento, apesar dos amigos e familiares dizerem que essa é a decisão errada, ele preparou tudo para fazer uma proposta de casamento daquelas, mas quando chega em casa, flores em uma mão, anel de casamento na outra, pega a sua namorada o traindo e como desgraça pouca é bobagem, descobre que essa traição não foi coisa de momento. Cash, de coração partido, decide voltar para perto da sua família em Dogwood, e lá recomeçar a sua vida focando no lado profissional com sua própria empresa de moveis personalizados, o que Cash não quer é se envolver com alguém e arriscar o seu coração.

Algumas pessoas simplesmente têm um coração repleto de caos.

Myla Rose tem só vinte anos, mas sabe o que é decepção. Abandonada pela mãe, e criada pela avó, Myla acabou de descobrir que está grávida e o seu namorado de colégio é um babaca que, não só não vai assumir o filho como termina tudo com a menina assim que ela fala que está grávida e a mãe dele ainda apoia o comportamento do filho, insinuando que a Myla é como a mãe dela, alguém que está “perdida”. Mas Myla Rose foi criada por uma avó que a ensinou que se a vida te der limões a gente tem mais é que fazer uma limonada e ela decide ter o seu filho e lhe dar todo o amor do mundo. 

Se há uma coisa que minha avó me ensinou é que flores também podem prosperar na merda. Então, vocês podem ficar sentados e esperarem que eu floresça para caralho.

Depois de um dia cansativo no salão do qual é coproprietária com a sua amiga de infância, Azalea, Myla vai dar uma passada rápida no mercado e acaba esbarrando em um homem lindo que a deixa sem fala. Cash só queria comprar um saco de gelo e pão para levar no tradicional jantar de família, mas quando uma ruiva estonteante bate nele sem querer, ele sente o corpo todo ficar arrepiado com a visão daquela bela mulher. E quando o destino dá um jeitinho dos dois se esbarrem outras vezes, os dois vão percebendo que talvez seja hora de arriscar o coração mais uma vez.

Sou uma jovem abandonada grávida e solteira. O tipo de garota que você não leva para casa para conhecer a sua mãe.

Sabe aqueles livros com o enredo super fofo, bem romântico, com personagens tão adoráveis que mesmo quando fazem cagada a gente torce para eles consertarem porque não temos a capacidade de ficar com raiva deles? Como um mar de rosas é isso, uma leitura leve, confortável e acolhedora, ideal para aqueles momentos que parece que o mundo está desabando e você só quer relaxar, mesmo assim, o livro toca em assuntos um pouco mais sérios, especialmente com a Myla Rose que fica muito abalada com o que o seu ex diz e fica com a estima lá embaixo e cabe ao Cash fazer ela voltar a se enxergar como uma mulher desejável. 

Mas o que mais me impressiona é que, mesmo sem maquiagem, ela brilha. Brilha tão forte que tudo ao seu redor fica entorpecido. É como se todo o resto fosse escuridão, e ela, a única coisa que consigo enxergar.

A Cherish, nossa nova parceira, é uma editora digital, mas fez um livro com qualidade visual digna de um livro impresso e com um preço muito camarada. Quando eu terminei a leitura (e faço um parênteses para dizer que foi bem rápido) fiquei com duas sensações, uma foi de leveza por terminar uma trama tão gostosa e a outra foi um gostinho de quero mais e já pesquisei que a autora tem livros sobre os amigos da Myla Rose e eu já estou na torcida para que a Cherish traga esses para o Brasil também. 

Nome: Como Um Mar de Rosas
Série: Southern Roots #1
Autora: LK Farlow
ISBN: B0842FMBMR
Ano: 2020
Páginas: 280
Editora: Cherish Books Br
Compre aqui: Amazon
Classificação: 

Sobre a autora:

LK Farlow (A.K.A Kate) é uma garota do interior, apaixonada por palavras. Ela escreve histórias há tanto tempo que nem consegue se lembrar. Apesar de ter nascido no sul, Kate mora na linda e ensolarada Los Angeles, com seu marido incrível e três filhos indisciplinados. Quando não está escrevendo, você pode encontrá-la aconchegada no sofá assistindo a programas sobre carros, enquanto faz crochê, ou com a cara enfiada em um livro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei