Pular para o conteúdo principal

:: Resenha 553 :: "Existência", Abbi

Sinopse: O que acontece quando você é perseguida pela Morte? Você se apaixona por ela, é claro. Pagan Moore, de dezessete anos, enxergou almas durante toda a vida. Quando percebeu que os estranhos que via com frequência atravessando paredes não eram visíveis para mais ninguém, começou a ignorá-los. Se não as deixasse perceber que ela conseguia vê-las, as almas a deixavam em paz. Até que Pagan saiu do carro no primeiro dia de aula e viu um cara incrivelmente sexy descansando em uma mesa de piquenique, olhando para ela com um sorriso divertido. O problema é que Pagan sabe que ele está morto. Ele não apenas não vai embora quando ela o ignora, como faz algo que nenhuma das outras já fez antes: ele fala. Pagan se sente fascinada. O que não percebe é que sua hora marcada para morrer está se aproximando e que a alma perversamente bela por quem ela está se apaixonando não é alma, de forma alguma. Ele é a Morte e está prestes a quebrar todas as regras.

Pagan (adoro esse nome) sempre viu espíritos, mas logo ela percebeu que só ela os via e que se os ignorasse eles sumiam, e de quebra ninguém a acharia louca. Até que um dia ela viu um espírito bastante atraente, sentado na mesa de picnic da escola e mesmo depois de ignora-lo ele a segue e fala com ela, algo que nunca aconteceu antes.
Pagan logo percebe que essa alma é diferente das outras e não só por falar! O leitor (mesmo sem ler a sinopse que da spoiler) percebe rápido o que está acontecendo, mas a angústia que a Abbi constrói em relação a Pagan e sua reação ao descobrir, segura o livro.

Ver pessoas mortas não era uma coisa nova para mim, mas que elas falassem comigo foi definitivamente uma reviravolta

Ai que saudade eu estava de ler um livro da Abbi em português! Até procurei aqui e minha última resenha dela foi em janeiro de 2019!! Praticamente uma outra vida e quando você é fã e tem aquela dor no peito chamada *Sea Breeze*, quando comecei a ler "Existência" foi como voltar para casa, um mergulho misturado com saudades que resultou numa leitura finalizada em 3 dias, e isso porque eu não consigo ler durante o dia devido a edição do meu livro.

Almas não significam nada para mim; pelo menos não deveriam significar. Mas a sua se tornou minha obsessão.

Mérito também da história, porque a gente não vive só de saudade. "Existência" tem todos os elementos que eu amo na Abbi, ou seja, uma escrita simples, personagens interessantes e aqui temos o bônus de ser um romance paranormal, o primeiro livro que a Abbi se aventurou nesse gênero.

Você é a minha existência. E eu sou seu.

E foi uma ótima aventura, ela usou elementos diferentes do usual, geralmente usam bruxas, vampiros, anjos, mas ela usa a morte e almas perdidas para dar o toque sobrenatural. E a morte, além de sexy, toca numa banda de rock, com todo aquele ar de bad boy, resumindo: é imperdível!

Vale um lembrete: a Pagan tem 17 anos e eu já falei com vocês que idade meio que nos indica se um livro é YA ou NA. "Existência" é um YA, temos romance, mas nada de sexo, não lembro se os outros dois seguem nessa linha, mas estão avisados que aqui temos um YA, com muitos beijos, mãos deslizando, clima esquentando e só.

Nome: Existência
Série: Existence # 1
Autora: Abbi Glines
ISBN-13: 9786559330041
ISBN-10: 6559330044
Ano: 2020
Páginas: 216
Editora: Editora Charme
Compre aqui: Amazon
Classificação: 

Sobre a autora:


Abbi Glines nasceu em Birmingham, Alabama. Morou na pequena cidade de Sumiton até os 18 anos, quando seguiu o namorado do colégio até a costa. Atualmente ela mora com seus três filhos, sua filhinha Emerson e seu novo marido em Fairhope, Alabama. Autora de diversos livros da lista de mais vendidos do The New York Times, Abbi é viciada no Twitter (@abbiglines) e escreve regularmente no seu blog (www.abbiglines.com).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

:: Resenha 181 :: "After 5 - Depois da Promessa", Anna Todd

Sinopse: Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo autodestrutivo. Mas dessa vez ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história? G ente... *pausa dramática*... Eu sobrevivi à série After ... "É isso aí, garota!!!" (Crika e Mari, do Grupo de Apoio After, representadas pelas lindas Meryl Streep e J.Lo)

:: Resenha 153 :: “After 3 – Depois do Desencontro”, Anna Todd

O k, vai ter spoiler sim e se reclamar vai ter mais! Brincadeeeeeeiraa!!! =P É que assim, vamos combinar? Resenha do terceiro livro onde acontece coisa pra diabo, não tem como, vai rolar uns spoilerszinhos de leve, então fique avisado, certo? Se quiser seguir, siga, se não quiser, comenta assim mesmo hahahaha. Bom, parece que todo livro dessa mulher termina com uma bomba. O segundo terminou com a Tessa guardando um segredinho básico do Hardin, lembra que eu até comentei na resenha ? Então, além disso, terminou com ela dando de cara com o pai e é assim que este terceiro livro começa. Confesso que antes de começar, ao ler a contracapa que diz... Sinopse: Tessa passa pelo momento mais difícil de sua vida. Enquanto luta para crescer na carreira com a qual sempre sonhou, seu mundo é virado de ponta-cabeça: a inesperada aparição de seu pai e uma traição imperdoável a deixam mais fragilizada do que nunca. Hardin — com seus beijos viciantes, seu toque incendiário e seu ch

:: Resenha 168 :: “After 4 – Depois da esperança”, Anna Todd

Sinopse: Depois de tantos obstáculos, Tessa e Hardin estão, enfim, mais maduros como casal. As dificuldades causadas pelo gênio forte dele e pela impulsividade dela ainda existem, mas eles já não conseguem negar o amor que sentem um pelo outro. Mesmo morando em cidades diferentes, estão mais apaixonados do que nunca. Se a química entre os dois já era explosiva antes, agora que eles se entregaram de vez a essa paixão, cada encontro será mais ardente do que o anterior. Mas uma cruel reviravolta do destino trará à tona todos os fantasmas do passado de Hardin. Depois da esperança, haverá forças para enfrentar mais dificuldades? Q uem acompanha as minhas resenhas de After, sabe que eu sofro lendo esses livros, sabe que surto querendo jogar ele na parede ou que eu morro de vontade de entrar no livro pra socar o Hardin. Nesse quarto livro, por incrível que pareça isso foi bem sutil, não que eu não tenha sentido vontade, mas foi bem mais tranquilo e eu confesso, no final eu cheguei